Mamãe está Suspeitando de Nós, Papai

Voltarei uns anos em minha vida curta e atribulada, contudo, com muitos momentos felizes. Contarei alguns lances do último ano de convivência matrimonial entre os meus pais, não foi nada fácil para todos nós. Eu defendia o meu pai, não descaradamente para não levantar suspeitas, já que era muito apegada a ele por causa de uma química forte existente entre nós. Apesar que eu sabia que ele era um safado, mesmo assim a nossa relação mais íntima se intensificou nos últimos meses, paralelo ao deterioramento do casamento deles. Eu sabia que papai não só sairia lá de casa, mas também sairia do país, então eu continuava tentando de tudo para que me levasse com ele.

Em uma noite de sexta-feira mamãe mandou eu tomar banho e ir pra cama; nós duas, por imposição dela, sairíamos cedinho em direção à casa dos meus avós.

— Vou já já, tô terminando de arrumar minha mochila.

Ela foi para o seu banho na suíte do casal. Esperei até ouvir o barulho do chuveiro. Calculei quanto tempo eu teria até que ela saísse, já que sabia que mamãe daria uma atenção maior aos seus cabelos. Desci as escadas vestida só com um robe. Na passagem da sala para a cozinha vi papai em pé próximo à geladeira. Segurava um copo de uísque com pedras de gelo. A garrafa estava sobre a mesa. Abri meu robe e o deixei ir ao chão.

— Não quer terminar aquilo que começamos antes da mamãe chegar?

— Sua doidinha, não tem medo que ela desça de repente?

— É o dia do banho demorado, a gente tem um tempinho.

— Sei não, anjinho, já estou tão encrencado. Se vacilar a minha viagem será para o presídio, não para o México.

Eu cheguei juntinho a ele, peguei o copo de sua mão e coloquei na pia, depois me aconcheguei em seu peito. Fui acolhida por seu abraço gostoso envolvendo meu corpo nu. E nos beijamos muito safadamente. Eu curtia de montão essa fornicação feita no limite do perigo de sermos flagrados e só aguardava suas ordens para me entregar por inteira. Se ele me mandasse chupar seu pau eu chupava. Quando me forçava a ficar de quatro pra por no meu rabo eu obedecia. Só queria satisfazê-lo e que entendesse que eu sempre seria sua se me levasse com ele.

Meu pai caminhou abraçado comigo e deitou o meu tronco sobre a mesa deixando minha bunda à sua disposição. Sua mão deslizou acariciando as bochechas do meu traseiro, dedos brincaram em meu rego e parou em meu sexo. Depois aguardei ansiosa os segundos que pareceram eternos. Foi o tempo em que ele desceu suas calças e se alojou entre minhas pernas. Seu pinto penetrou minha vagina na sequência. Ahhh! Cada vez era mais gostoso senti-lo dentro. Delirei curtindo seu vai e vem iniciando suave e ficando intenso. A garrafa de uísque balançava na minha frente, quase tombando.

Fui às nuvens momentos depois ao ser agraciada pelo melhor orgasmo daquela semana. A merda é que esquecera completamente de monitorar o tempo de banho da minha mãe, nem tinha ideia se era seguro continuar levando aquelas bombadas deliciosas em minha boceta. A preocupação ficou sem importância quando ele deitou seu corpo quente sobre o meu, fungou e beijou em meu cangote e gozou urrando em meu ouvido. Caraca! Dei um foda-se ao perigo de sermos flagrados e rebolei em seu pau me sentindo uma vadiazinha, no entanto, a mais feliz do mundo.

— MILAAAA!

— Puta que pariu! Mamãe saiu do banho.

Meu pai tirou de dentro e pegou papel toalha pra se limpar e me deu alguns. Aparei o que escorria e dei o papel sujo pra ele se livrar daquilo, me vesti em dois palitos e raciocinei rápido gritando a seguir:

— JÁ TÔ INDO, MÃE — pois ela já tinha dado o segundo grito.

Peguei uma maçã e saí correndo mastigando um pedaço enorme da fruta. Dei de cara com a minha mãe no meio da escada.

— O que você estava fazendo?

— Deu vontade de comer uma fruta.

— Vai dormir, menina! Amanhã a gente vai sair bem cedo.

Eu fiquei esperando ela subir, não queria chegar muito perto, pois minha mãe tem um olfato parecido com os cães da polícia.

— Vai, Mila, sobe! O que você está esperando?

Cacete! Minha mãe parecia desconfiada.

— Ué, tô esperando você subir — falei com a boca cheia depois de outra mordida na maçã. Evidente que eu estava enrolando.

— Eu ainda vou na cozinha. — Vai, sobe de uma vez!

Tentei correr e passar por ela no gás… Não deu, ela me segurou pelo braço.

— Espera aí, mocinha!

Com a outra mão ela levantou meu robe e viu a minha bunda nua.

— Kamila Teles, o que você anda aprontando? — Você tá fedendo, por que ainda não tomou banho?

— Eu estava arrumando minhas coisas no quarto e já ia pro banheiro, só desci pra pegar a maçã.

Minha mãe ficou muito séria e enigmática, mandou eu subir e ela desceu sem falar mais nada. Fiquei preocupada, isso era pior que um esporro. Doravante eu teria que tomar mais cuidado. Torcia para que papai tivesse se livrado dos vestígios incriminatórios a tempo.

Quanto ao motivo de nós duas irmos para Brotas era porque ela não queria passar o fim de semana com meu pai. Já eu queria e muito. Precisava bolar um plano infalível até de manhã para que ela fosse e eu ficasse.

Por enquanto é tudo.


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive KamilaTeles a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
21/11/2020 09:50:31
21/11/2020 09:50:29
Conto chato
19/11/2020 22:49:58
q conto delicioso, kamila. tm q ter cuidado com a mamãe, hein?
Black Friday Casa dos Contos


xvideo praguinha com pau grandecontos eróticos esposa chega em casa com papel higiênico na calcinhacontos de estupro sadomasoquismotio transado com a subrinhq evangelica timidaconto erótico isentoconto porno amor em londres guilherme e felipehomen ve a visinha no banheiro fica louco porno doidocasa dos contos eróticosfreira da a buceta pra pintudo no azilo contos.dei o cu pela primeira vezContos de insesto. Irma gostosa e sua melhor amiga dando a buceta pro seu irmao roludo do pau grande e grosso e cabeçudo comer com vontade.bucetasangrou com vibradornão acredito que mulher meta com cachorro e fique emgatadaencanador instalando o cano da pia em casa a dona dormindo ele olhando a dona batendo p******jovens escravas na ilhaPorno contos incesto familia prazer total qualquer idadeXVídeos 49 melhor para o pau do café crescer no XVídeosconto porno me separei por causa da traicao da minha esposadei por meu vizinhocorno levou esposa pros caminhoneiros foderem contocontos eroticos vi minha esposa ser estuprada e gosteivideos roludos imagem nitidavirei a cadela da turmaConto dando sonifero enteadaconto flagrei meu marido dando o cu para o jardineiro i adorei vertia chupa o pau do sobrinho de baixo da mesa ponodoidocontos gay um anjo em minha vida parte 14conto erotico com o senhor ditaocontos eiroticos leilaporneu com 28 anos de idade minha noiva linda e gostosa com 20 anos de idade ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu dei um abraço nela eu dei um beijo na boca dela eu tirei seu vestido de noiva ela deitou na cama eu comecei a chupar seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gemia ela gozo eu disse pra ela chupar meu pau ela pegou no meu pau ela disse pra mim você tem um pauzao ela chupou meu pau ela disse pra mim pra eu mete meu pau bem devagar na sua buceta virgem eu disse pra ela eu vou tirar sua virgindade da sua buceta com carinho eu fui metendo meu pau na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu virgem pra você conto eróticoSexoanalsemdorP0rno mae na escola com rapaz puetaracudao rasgou a novinhapai do/renan estava fudendo .com amiga da mae dele/i ele estava sensdo estropado pelo amigo do pai deleminha nora de baby dool me exitacontos picantes de namorados ciumentosxvideomae eminhatiaConto eroticos inocencia tirado pelo padrebaixar to fincado atoladinhaFotos de surubas com comtossexo de concuinha lourasbuceta efudelbaxiha na suruba com mulecada no riumuler m as calcinhas lancesda xoxotasneguinha nao se controla de tesao quando foi almocatravesri pau 40centrimo fode amigomorena gostosa fica nervosa porque queria meter mas so tirou a ropa seu parceiro gozou entao ela tocou uma ciririca e gozo na cara delexvideos indigestos estrupadascoletsnia gozando nos pemtelhos xvideoconto a detistas evagelicaler conto erotico meu delegadomorena deitada para dormir nua e cansada mas seu caozinho nao deixa lanbe sua vagia e ela gstacontos eroticos esposa mamando no cinemaxvideo muilher surpresa nxvideo sexo u buracuxxx com a minha tia e fiz ela se mija.e caquagta mulher anda pelada e fala voce enfia seu pinto na minha bucetaesposas contosx vedeos dando o cu e tomando tapasxvideo policial comendo a novinha fujonaivania gemendocontos eiroticos leilapornalavancas e magrinhas no XVídeos mobileloirinha bêbada pornodoido na edicula padrasto cumeno intiada loira rabobunduna chiya tirando shortinho xvideoxvideo morido fazendo surpresa sem a esposa saberxvideofudendo a cunhada enguato a namorada dormiconto erótico flagrei minha mãe chifrando meu pai e ela me humilhou muiton resistir e dei o cu pra quele homem di pausao, contoxvidiobaixinha buceta apertadinha deixou gozar dentrocontos eroticos filho fode o cu da mae e arranca bostahistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezContos eroticos patricinhas transando com namorados das primas e engravidadei o cu pro meu irmao contosconto erótico de gay vestido de mulhercontos sexo 10 aninhos curiosavideo de sexo narido xifrado com a comlhadaxvideos buceta de menininha sem penugem bem novinha desprovida de pelosexofilha no banho conto eróticocontos eróticos técnica de enfermagem pegando carona com colega