Descobrindo minha tia safada - parte 1

Um conto erótico de Roni
Categoria: Heterossexual
Data: 10/10/2020 12:37:18

Olá, caro leitores! Hoje darei início a uma experiência que aconteceu comigo a 2 anos atrás. Algo que eu nunca poderia imaginar, mas que aconteceu de verdade e vou relatar para vocês. Usarei nomes fictícios, mas nada mudará na história relatada aqui.

Vou me apresentar: me chamo Carlos, tenho 27 anos, sou moreno claro, tenho 1,80m de altura, cabelos pretos, e um corpo forte devido aos treinos na academia, mas nada exagerado. Moro sozinho em um apto alugado aqui na região metropolitana de BH e trabalho aqui também na mesma cidade.

Vamos ao início de tudo. As coisas iam normais, aquela mesma rotina de sempre. Trabalho de segunda a sexta e folgo nos finais de semana e as vezes em alguns feriados. É um emprego legal, não é tão desgastante, mas a rotina diária acabava me cansando. Estava próximo dos dias das crianças e a data cairia numa sexta feira, seria um feriadão e eu já contava as horas.

Não tinha nada programado para o feriado, no máximo sairia com alguns amigos para algum bar ou festa aqui na cidade, era o que acontecia na maioria das vezes. Já era quarta feira quando minha tia me liga perguntando o que eu faria no feriado. Disse a ela que nada demais e que ficaria em casa mesmo. Ela então propõe que nós fôssemos para casa dos meus avós. Era o que sempre acontecia no feriados prolongados, alguma tia mim inventava de ir toda família para casa dos meus avós que moram numa cidade no interior do estado não muito longe de BH.

Irei apresentar minha tia: o nome dela é Márcia, tem 30 anos, 1,65m de altura, uns 60kg de peso bem distribuídos, cabelos pretos liso até no meio das costas e uma pele morena clara. Ela tem uma filha de 7 anos e é casada com meu tio Júlio. Apesar de ter uma filha, que se chama Júlia, o seu corpo continua durinho devido aos treinos e dietas que sempre faz. Pra falar a verdade ela é bem gostosa, sua bunda é empinadinha e proporcional ao seu corpo, tem os peitos durinhos e bem arredondados na medida certa, sua barriga é definida sem exageros, tem pernas um pouco grossas e pezinhos perfeitos. Ela tem um jeito de ser que a deixa séria, mas ela é bem brincalhona com os familiares e outras pessoas mais próximas. Sempre prestava atenção nela, mas só observava mesmo. Não tentaria nada com ela, pois sei que seria uma tragédia. Mas as coisas ainda mudariam de rumo e eu nem imaginava.

Chegou o dia da viagem e ela passa no meu prédio pra seguirmos. Saímos as 7h30 e chegamos na casa dos meus avós as 9h30, é uma viagem rápida e tranquila. Conversarmos sobre muitas coisas durante a viagem e um dos assuntos foi sobre a minha outra tia Célia (mais pra frente digo como ela é). Parece que o casamento dela não ia muito bem e minha tia Célia e meu tio Pedro estavam quase terminando, mas isso era um segredo e minha tia Márcia pediu para que eu não comentasse sobre esse assunto com ninguém.

Chegamos na casa dos meus avós, já fomos recepcionados por meu avô João e minha avó Cecília. Pegamos as malas no carro e levamospra dentro de casa. Minha tia Célia já tinha chegado com meu tio e meu primo e já tinham arrumado suas coisas nos quartos. A casa dos meus avós tem 3 quartos no térreo e um único quarto, que também é o único cômodo do 1° andar da casa. Eu sempre dormia nesse quarto e meus tios ficavam no térreo com meus avós, e meus primos dormiam em colchões pela sala mesmo.

Como disse antes, vou falar como é minha tia Célia: hoje ela tem 47 anos, é morena um pouco mais clara que tia Márcia, cabelos pretos curto, 1,65m de altura e uns 75kg. Pra idade dela eu diria que é uma coroa bem gostosa. Não tem mais aquele corpão, mas ela é bem rabuda e sua bunda é perfeita. Seus peitos são médios mas um pouco caído, mesmo assim bem gostosos. Sua cintura é fina mas já com um pouco de barriguinha. No geral ela ainda é bem gostosa mesmo. Acho que a genética da família é boa. Ela é bem extrovertida e sempre toma a iniciativa quando precisa. Ela é casada com meu tio Pedro e tem um filho de 19 anos, que chama Bernardo.

Depois de tudo feito sentamos todos para conversar e colocar o papo em dias. A casa tem um quintal grande com conertura e churrasqueira e nos reunimos lá. Pouco tempo depois começamos os preparativos para o churras, era o que sempre rolava nas reuniões de família, carne assada e cerveja. Eu gostava bastante e a resenha era garantida nesses momentos.

Minhas tias e minha vó foram pafa cozinha preparar as comidas e eu, meus tios e meu primo ficamos mexendo na churrasqueira e preparando as cervejas e outras bebidas. Meu avô tinha saído pra resolver alguma coisa e voltaria mais tarde.

Já era perto de 1h da tarde quando começamos o churrasco. Meu tio Pedro era quem comandava a churrasqueira e meu primo e eu ficamos preparando bebidas pra todo mundo. Minhas tias sempre gostaram de bebidas quentes com frutas, elas bebiam e petiscavam a carne e outras comidas. Minha avó não fazia tanta questão de ficar e preferia estar dentro de casa assistindo com Júlia. Meu avô já tinha chegado, ele almoçou e depois foi descansar. Ficou então eu, meu primo e meus tios e minhas tias bebendo e comendo. Rolava um som numa caixa portátil e todos se divertiam. Passado algumas horas, um assunto sobre negócios e afins surgiu entre as tantas conversas que rolavam e isso foi o que desencadeou uma discussão entre tia Célia e meu tio Pedro. Eles já não estavam bem e a discussão fez as coisas piorarem ainda mais.

Meu tio Pedro sempre foi um cara autoritário e que sempre queria ter razão em tudo, isso tirava minha tia do sério e o relacionamento deles já estava se desgastando devido as essas coisas que volta e meia sempre acontecia. Acho que minha tia já não aguentava mais esse comportamento dele e por isso ela batia de frente com ele resultando sempre em discussões e bate boca entre os dois.

Após os ânimos se acalmarem, todos voltaram a beber e comer novamente, já passava das 6h da tarde e só tinha sobrado as bebidas e continuamos a beber. Eu sempre exagerava na dose mas me mantia firme e não dava tanta pinta de que estava bêbado. Meu primo não bebia tanto. Meus tios já estavam abraçados dançando parecendo duas crianças e minhas tias já nem sabiam o que faziam. Tia Célia estava com um vestido colado no corpo que deixava suas curvas ainda mais expostas e por ser extrovertida ela dançava e rebolava, cantava as músicas e brincava com todo mundo, menos com meu tio. Tia Márcia usava um shortinho jeans bem apetado e um top cobrindo os peitos e também dançava e cantava a todo momento. Eu só observava elas daquele jeito e ficava pensando como eram gostosas, mas nada podia fazer apenas olhar e continuar bebendo.

Minha tia Célia até tentanva fazer eu dançar, o problema é que sou ruim pra dança e negava os pedidos dela.

Ela dizia:

- Poxa sobrinho, você tão novinho e não quer dançar. Acha que já sou velha demais, é isso?!

Eu ria com a situação. E respondi a ela:

- Nada disso tia, a senhora está bem. Melhor do que eu e muitas novinhas que conheço por ai.

Ela caia na risada também e voltava a dançar.

Tia Márcia já estava abraçada com meu tio Júlio e dançavam agarrados. E meu tio Pedro estava sentado com meu primo quase dormindo na cadeira.

Já era mais de 9h da noite e resolvemos encerrar. Deixamos toda a bagunça pro outro dia e entramos em casa. Eu subi pro quarto pra tomar banho, já estava bêbado e com vontade deitar. Após o banho, me deitei e fiquei mexendo no celular. Depois de um tempo desci até a cozinha para beber água e vi que quase todos já tinham ido dormir. Meus avós já estavam dormindo. Tia Márcia e tio Júlio e minha prima já estavam em seu quarto. Meu primo estava deitado no sofá da sala e meu tio Pedro já roncava no outro quarto.

Após sair da cozinha já pra subir pro quarto, percebo que tia Célia estava saindo do banho e acabo parando meio que sem querer e vejo ela saindo pela porta. Só não imaginava que iria ver ela da forma que estava. Ela saiu vestida com um baby doll branco de seda bem fino, estava bem justo no seu corpo, mau cobria a sua bunda enorme e a parte de cima ficou bem decotado e ainda a barriga ficava um pouco de fora. Eu nunca tinha visto minha tia daquele jeito, já tinha visto com outras roupas de dormir, mas não como naquela noite. Quando ela me viu, agiu como se não fosse nada demais e até me deu a toalha dela para eu colocar no varal, depois me deu as costas e saiu rebolando aquela bunda deliciosa. Antes de entrar no quarto, ela olha pra trás e percebe que eu estava ali parado sem reação e me diz assim:

- Sobrinho. Você ta bem? Ta ai parado, parece que nunca me viu.

Ela ainda dá um sorriso de canto de boca e entra no quarto.

Eu fiquei até confuso na hora. Quando percebi já estava com pau quase duro, mas acho que ela não percebeu.

Voltei para meu quarto e aquela cena não saia da minha cabeça. O que me restava era bater uma na intenção da gostosa da minha tia e depois ir dormir. Peguei o celular pra ver alguns vídeos e encontrei um que tinha uma mulher bem parecida com minha tia. Tirei uma bermuda de moletom que estava vestindo e fiquei pelado na cama. Meu pau já estava totalmente duro, modéstia à parte ele mede uns 20cm e é um bem grosso. Meu pau latejava imaginando minha tia e vendo o video pornô no celular.

Já eram 11h da noite e eu estava lá batendo uma na intenção da minha tia, sem muita pressa, querendo aproveitar o momento. De repente tenho aquela sensação de que alguém se aproximava pra entrar no quarto. A única coisa que deu pra fazer foi desligar a tela do celular e usar um dos travesseiros que estava na cama para cobrir o meu pau, e assim fiquei, fingindo estar dormindo, pois não sabia quem estava vindo pro quarto. Para minha surpresa era exatamente tia Célia que tinha entrado no meu quarto, eu não sabia o que fazer e continuei ali parado. Ela foi direto no guarda-roupas, parecia procurar algo, é quando escuto ela dizer:

- Aquele Pedro só presta pra isso. Bebe o dia todo e agora fica roncando do meu lado. Eu me visto toda gostosa para ele e o miserável nem sequer acorda e ainda toma todo o cobertor. Ainda sou obrigada a levantar para pegar um cobertor para mim.

Ela ainda continua dizendo e termina assim:

- Por essas e outras que nosso casamento está uma porcaria.

E eu escutando aquilo tudo ali, sem que ela soubesse.

Não sei o porque, mas ouvir aquilo acabou me deixando com mais tesão por ela. E com isso involuntariamente meu pau acaba ficando duro de novo forçando o travesseiro para cima, fazendo com que caísse para o lado do meu corpo deixando meu pau todo a mostra.

Minha tia estava de costas para mim e ainda não tinha percebido que meu pau estava descoberto. A luz do quarto estava apagada, mas uma claridade entrava pela janela do quarto vindo de um poste da rua e não deixava o quarto tão escuro. Pra falar a verdade dava pra enxergar muito bem tudo o que acontecia. E por isso eu conseguia ver a bunda da minha tia bem na minha frente, pois o guarda-roupas ficava na lateral da cama. Meu pau estava muito duro. Toda aquela situação eatava me deixando louco de tesão. A bunda da minha tia bem na minha frente era tudo que eu queria ver um dia.

Depois de consegui o cobertor, tia Célia se vira para sair e é ai que ela me ver pelado e com o pau duro. Um silêncio tomou conta do quarto, acho que até a respiração dela parou por alguns instantes. Eu estava ali, pelado e com 20cm de pau todo exposto para minha tia.

Eu ainda fingia estar dormindo e então escuto minha tia chamando meu nome, como se quisesse me acordar ou para ver se eu não acordava, até então não sabia das intenções dela e também não esperava que fosse acontecer nada entre eu e minha tia, apenas estava curtindo aquele momento único.

Ela dizia:

- Carlos, Carlos. Como é que dorme desse jeito?! Carlos...

Eu continuei do mesmo jeito.

Ela então pega o cobertor que havia pegado no guarda-roupas e tenta me cobrir. E volta a falar:

- Como pode dormir assim. Deixa eu cobrir esse menino antes que ele pegue um resfriado ao algo do tipo.

Ela começa a me cobrir e sinto que ela apoia o joelho na cama para terminar de passar o cobertor. Nesse momento ela se desequilibra e tenta se apoiar com a mão na cama para não cair. Sua mãe acaba indo direto no meu pau. Ela repetidamente tenta se levantar e volta a ficar em pé. Novamente um silêncio toma conta. Então minha tia diz:

- Que negócio grosso é esse. Coitado de Pedro perto disso ai.

Ela volta a me chamar:

- Carlos, Carlos. Acho que esse bebeu além do limite também!

E termina dizendo:

- Nunca imaginei que meu sobrinho tinha um pau tão grande.

Tia Célia volta a tentar me cobrir de novo. Só que agora ela faz algumas coisas que acabam entregando ela. Ela puxava o cobertor de um lado para o outro mas não terminava de me cobrir. Em um determinado momento ela passa mão por cima do meu pau como se quisesse sentir e depois faz isso de novo e depois mais uma vez, até que ela perde razão e acaba pegando no meu pau com vontade. Eu já não estava aguentando mais aquilo tudo, meu pau pulsava muito forte e minha tia segurou ele com vontade sentindo toda a grossura dele.

Ela já estava suspirando e começou a dizer:

- Que pau grande é esse. Deve ser uma delícia! Isso sim que é uma pica, não aquilo que Pedro tem!

Ela cobria todo meu pau com o cobertor e ficava medindo ele. Então ela toma mais uma atitude, me descobrindo até a cintura e deixando meu pau bem na sua frente. Eu ainda continuava parado apenas soboreando aquilo que acontecia. Não queria tirar a emoção daquele momento e esperei até o máximo que pude para ver até onde minha tia iria.

Com meu pau todo exposto na sua frente, minha tia toma coragem e pega ele novamente, só que agora ela já fazia movimentos de vai e vem e eu já não sabia mais o que fazer.

Ela continua com o movimentos e então para e diz:

- Eu poderia sentir o gosto dessa pica. Quem vai saber que eu fiz isso?!

Nesse momento eu pensei comigo:

- Se ela fazer isso, eu vou acordar e pegar ela de jeito!

Mas não deu nem tempo dela chupar meu pau, pois tio Pedro acaba acordando e escutamos ele chamando por ela na parte de baixo da casa. Ela toma um grande susto e sai disparada descendo as escadas. Ainda escuto eles conversando alguma coisa antes de voltarem para o quarto.

Depois disso tudo só me restava terminar a minha punheta, que por sinal foi uma das melhores da minha vida, quiçá a melhor...


Este conto recebeu 6 estrelas.
Incentive Roni24 a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
10/10/2020 19:56:12
Senta a pua !!
10/10/2020 18:44:00
Porra muito bom , continua , espero que comas a buceta e o cú desda tia safadinha votado 3 estrelas
10/10/2020 14:43:09
Eita, Tia Tarada e "inocente", acho que já já ela vai cair de boca e ganhar estocadas, né? Manda ai, campeão, vamos esperar a continuação...


conto sentada no colo do tio no ônibusporno chupando a bucheta da minha padroa em baixo da mesa na sala de reuniõesvidio porno gostozas rebolando napiro esendo gosada nsbucetaestupro esposa contos eroticosxvideos. perigoso com entradas doendoConto erotico nora dopadaporno conto erotico irmao eguadr ménageSou mulher casada meu compadre me fodeufotos de homem por trás da mlh fudendo ela dentro do banhero em péxvideos negueo dotado comendo bebadasconto porno seduzi ele ate ele me deu o cuzinho/gaytransando cm amigo do namorado sem na morado peeceber sexo pornocontos eroticos banheirobrincando de namorar contos gayscontos eroricos anal de gerro rolufo fudrndo o cu dad sograzfime de cavalo mule pornovídeo pornô que a gostosafala ai para,seu pau e muito grandecombinei com amigo comer minha esposa dp contospai mamou minha rola sexocontocontos eroticos cheirando a calcinha da minha maeXVídeos XVídeos padrasto do Sedexforçada a engolir a rola cornos contos gays205XVDEOcontos desvirginando a mulher do cornoXvideoy aiii gostosoonarrativa da primeira vez chupando um pau e engolindo o gozo/texto/201809501contos esposa humilha marido ao descobrir que e corno e ele fica excitadofilme de sexo com novinha conto as novinha e os novinho com tardezinhaasistir sinlha dando aboceta para onegao escravoConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinaConto erotico o tarado do viagra tracou o valentãoVoltei para casa toda arregaçada e cheia de porraxividio vo xorAconto erotico funk peladacaminhoneiro peludo loiro no banheirocontos: consegui convencer minha esposa ao culckoldingcontos fui a casa de swing e encontro minha sogra pastoraelisangela sendo enrabada no motelXVídeos coroas r***** nas cetonas cetonascunhadas nuasestorei a travesti safada contominha tia lig pra minha e pede pra mim dormi na sua casa eu comi sua bocetacasada aquenta a pica do negao que parece um jumento e corno asistecontos eroticos malv comendo as interesseiraBusetinha lizinhacontos eroticos cachorromeu marido batendo punheta wando eu transo xvideoskelly tesudinha policial corrupto usa a farda para conseguir mulheres parte 2contos eróticos minha esposa me trai com um velho negaopadastro come a enteada loirinha e faz ela gosar varias vesesconto erótico de mega pauzudo tirando a virgindade da crentizinha novinhaalavancas e magrinhas no XVídeos mobiledei o cu video para o time inteiro de futebolvingando da metida contos analCazada cao tezao pornegaoxvideos rolas chapuletadas gozandorelatos casadoscontos cornos e traiçaoconto erotico fudendo fudendo uma velha feia e fedidapornô cara cara Guga e c****** da mulher dele tá ficando 2018 a mulher gozar o homem gozar na boca da mulhercontos eiroticos leilaporncontos uma delicia de vizinha 8aninhoscontos porno casadas de vestido encoxadas por meninosSapeka xsvidiosexo tia não resisti em ver seu sobrinho de pau duroConto acho que vurei corno a buceta ta muito kargafrutaporno escondendo do pai/perfil/204710modelos piricudoswww.guarda costa da granfina pornovidio aluna da ensima de profesorXVídeos mulher lavada novinha em cima de uma pomba de gritando ai ai tá doendo meu c*jogando video game pelado conto eroticogordinha novinha nua torturada escravizada ruivinhas gostosas de fil dentalfilme porno brasileiro pai mostra para filha seu pau monstro e ela se assustatirei virgindade de minha irma com sindrome contonovinhas vhotando e gozandoquadrinho eroticoela goista de rola no café da manha inseistocontos eroticos estiprando a freira no coventoxvideos essa mulher fezes 32 homens de trouxaboyzinho encoxando no hetero no onibuscontos eiroticos leilaporneu quero pornografia pornografia as meninas retada os cabelo achando tudo grandeafeminado sendo fodido churrasco por padrastoxvideos comendo tia cavala ergueu o vestido dela e soco a pica