Doloroso Tensão - Ele é gostoso, mas é arrombador de cu

Um conto erótico de Amanda
Categoria: Heterossexual
Data: 30/08/2020 01:20:39
Última revisão: 31/08/2020 01:25:16
Nota 8.60

Meu cu não me deixa esquecer o que aquele tarado cacetudo fez comigo. Meu rabo está ardendo até agora, é como se tivessem vários espinhos enfiados dentro dele. Essa sensação toda hora me faz lembrar o que aconteceu comigo anteontem. O pior é que toda vez que eu lembro dele em cima de mim e da minha angústia de ter aquele negócio duro me arrombando, minha bucetinha umidece todinha e eu fico no mundo da lua desejando mais!

Pra quem não me conhece, meu nome é Amanda, sou uma branquinha, pequena, 1,58m, magrinha e frágil. Mas apesar de magra tenho um bumbum de dar água na boca e seios lindos e grandinhos.

Conheci o Marcelo no Shopping onde trabalho, ele veio me perguntar sobre umas coisas que ele queria comprar e no fim me convidou para um café. Ele é lindo e bem humorado, fala bastante sobre quase qualquer coisa e, obviamente, é tarado por mim.

A coisa entre nós aconteceu muito rápido e alguns dias depois eu acabei na casa dele. Ele foi sempre muito gentil comigo, sempre querido e eu acabei me derretendo naquele charme todo. Quando vi eu já estava beijando ele na boca enquanto ele apertava minha bunda com aquelas mãos grandes. Ele apertava a minha bunda e dedava meu cu. Cada dedada me deixava mais e mais molhadinha.

Começamos a tirar nossas roupas enquanto nos beijávamos. Ele então se deitou nu na minha frente na cama com aquele mastro erguido para cima. Eu nem pensei e já tinha mergulhado a boca naquela pica durinha. Ele gemia e elogiava meu boquete. Eu chupava e comecei a notar que aquele caralho ia ficando cada vez maior na minha boca e cada vez mais grosso. Foi quando eu parei para dar uma olhada, era a maior pica que eu já tinha visto. Era tipo aquela garrafa de detergente de cozinha, eu acho, de tão grosso. Eu olhei pra cara dele assustada e ele olhou de volta sorrindo e piscando o olho. Estava assustada mas toda molhadinha.

Foi quando ele perguntou se podia comer o meu cuzinho! Eu não sei se foi por causa do tesão, se foi por vergonha de admitir que eu estava com medo daquela pirocona, ou porque eu queria muito agradar ele, mas eu aceitei!!

Eu já tinha dado o cu antes mais fazia tempo e nem lembrava direito da sensação. Só sei que eu nunca tive, dentro de mim, um cacete tão grande como aquele, devia ter imaginado o que aconteceria.

Quando eu disse sim ele sorriu ainda mais, um sorriso lindo e claramente feliz. Sem pestanejar ele se levantou e foi pegar uma camisinha. Colocou a camisinha na minha frente e depois foi para atrás de mim. Eu instintivamente fiquei de 4 como uma cadelinha, aí ele meteu aquele ferro em mim como se mete um espeto na carne do churrasco. Nem perguntou se estava doendo ou não. Senti uma dor logo de cara na boca do cu. Ele é forte e foi penetrando no meu rabo. Ali já estava claro que ia ser de arromba. Eu podia dizer ai, não, para, socorro!, mas eu não quis dar uma de mulherzinha, sabe? Eu não ia aguentar, mas deixei ele se deliciar do meu pobre e indefeso rabinho. Foi duro, gente, duro feito pedra e entrou rasgando com força.

Logo que entrou tudo, senti uma dor aguda lá no fundo. Ele, então, começou o vai e vem com força. Cada vez que a ponta do pau dele encostava no fundo a dor era aguda e isso me fazia gemer, obviamente. E quanto mais eu gemia mais ele achava que eu estava gostando e mais se animava!!

Pra me livrar da dor eu deitei na cama de bruços e ele deitou junto em cima de mim. A porta do meu cu também ardia, nada tão grande havia trafegado naquela passagem antes. Eu podia dizer para ele parar, mas ao invés disso decidi resistir. Minha bucetinha estava mega molhada e eu já estava quase lá quando ele decidiu mudar de posição.

Me colocou de frango assado. Com aqueles braços fortes ele segurou minhas pernas e logo aquele caralho estava dentro de mim novamente. Só que dessa vez ele não penetrava tão fundo e não causava mais aquela dor nas entranhas.

Enquanto me comia o danado beijava minha boca de língua. Apesar de meu rabo ainda doer, eu sentia uma espécie de conforto de ter aquele homem forte e lindo em cima de mim. Ele metia incansavelmente e estava adorando tudo aquilo. Não tive como não gozar. Ele era gentil, só que tinha uma toba muito grossa. Foi quando ele anunciou que estava para gozar dentro de mim.

Que alívio!! Ele gozou! E se deitou, exausto, em cima de mim. Dava para ouvir nossos corações batendo juntos.

Eu sabia que não ia aguentar mais uma transa daquelas, então decidi ir embora antes do tesão voltar, porque eu me conheço. Inventei um compromisso e fui embora da casa dele. Ele me beijou muito na saída e quase que eu voltei pro quarto e dei de novo.

Já em casa, no banho passei o dedo no meu rabo pra ver como estava. Ele estava todo arregaçado e eu não conseguia ferchá-lo direito. Nunca tinha visto isso ante e estava preocupada, mas não resisti a tentação de enfiar meus dedos num movimento de vai e vem. Gozei mais uma vez me segurando para não gemer em baixo do chuveiro.

Ou seja, acho que eu agora estou com minha rosquinha literalmente queimada. Gente, alguém aí sabe me dizer se o meu rabo vai voltar ao normal algum dia? Eu estou com medo de ir ao banheiro, vocês não tem noção!! Quero o meu velho cu de volta!! E… eu sei que não devo… mas EU ESTOU LOUCA PARA DAR MEU CU PARA ELE NOVAMENTE!!!


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Os irmãos K a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
30/08/2020 16:47:13
Zzzzzzz
30/08/2020 13:45:08
Cara de sorte! Comer um cuzinho assim é a coisa mais gostosa que tem! Mande foto para analisar! Hahahaha..
30/08/2020 08:06:15
Conto excelente nota máxima
30/08/2020 03:36:53
És maravilhosa demais, o tipo de gata que adoraria ter tido na minha vida. Beijos imensos.
MG
30/08/2020 02:32:21
Um tesãoDeves ser uma delícia de magrinha...


comeram minha esposa na barracacrente safada contoscontos eiroticos leilaporncutucando buceta de cadela com dedo zoofiliaxvdebaichodasaiaPornos traição consendida 2018pornoirado com irma so de shartinho tocando teclado e acabo fudendo elabundudas na piscina em golindo galaconto erótico mexeram com a minha mulherestudante novinha chegou da escola e foi surpreendida por um tarado q comeu a bucetinha dela virgem fudeu até sangrar e gosou dentro da bucetaa vida de um mauricinho apaixonadoescrava sexual virgemAs gostosas punhetas da minha mae conto eroticovideo de porno .que nuher mão quanta que.cagacontos eróticos gay o belmiroisso viadinho chupa minha rola engole tudo logo vai engolir ela toda nesde cuzinho apertadoContos eroticos caguei no pau dando o cuzinhoas buceta mais lagarfudida por um tio pirocudo contomulherpornocachorroconto erotico vendida pelo maridoconto erotico escrava canil nuaPorn conntos erotico pastor fode a esposa do obreiroonovinha brasileira encara pau enorme e chora ponodoidocontos mulher do irmao bebadacontos eroticos...meu filho ricardinho comeu minha buceta inxadaa bundinha avanço preta gorda dos peitão gorda rabocontos eroticos padrinho tira o cabacinho da afilhadamorena de shortinho esfregando a Rosa do povo'conto erotico seduzindo o sogro velho coroa grisalho peludonovinhas.abrir.buzentaComo se escreve “ manda video porno ” em inglesconto erotico smartfitgostando de ser estrupado e chingado gaymaior cu domundo ecoxa ebunda pornotio empurra pau enorme na sobrinha que nao aguenta dez empurrada e goza de esguicharXxvido forçandaxxvideos real menage surpresa assustadaadoro andar na rua c a cicinha enfiada rebolando conto Fui amarrada braços para cima contos bdsmconto erotico gay minha tia me transformou em meninaconto erotico nora carenti fudendo cm sogro pirocudosikis iremmeconto erotico gay "aprendi"xvdio dar mulher resem casada quise fuder com seu marido so que ele nao de conta do recodo e ela dexou ele dormindo fudeu com outrogalson come a vagabunda no bar enquanto conversa com amiga pornoContos encoxei a pastoraporno sacana c mao boca traveco nojentipai comendo filholer conto erotico meu delegadoconto arebentei cu meu vizinhocontos eróticos comi a mulher do cracudoconto eroticos. familia de roçeirono motel eu comecei a beijar o pescoço da minha cunhada casada evangélica ela gemia eu comecei a chupar seu peito eu comecei a chupar sua buceta ela gozo na minha boca eu disse pra ela chupar meu pau ela disse pra mim eu nunca eu chupei o pau do meu marido evangélico eu disse pra ela chupar meu pau que você vai gostar ela chupou meu pau eu fui metendo meu pau na sua buceta eu comecei a fuder sua buceta ela gozo conto eróticoxvidios os dias era asimvideo de porno gay fui estrupado pero mel primosogra faminta por sexosex. video amarcaiavídeo de pornô daquelas negras de shortinho branco e short beija-florXVídeos Kid Bengala o estuprador o arrombador de c*conto erótico com irmão cavaloDepois que fui p macumba virei lesbica contos/texto/2014011789Xvideo face pornoirado mulheres afoga outra com a bundalevando pica do istrudor auto escola contocontos eiroticos leilapornconto erotico trai meu noivo a noite toda na vespera do casanentoconto erotico sinhazinha arrombada por negro escravoamor sexo sem penetrarnovinhas levanorola grosa na busetacontos gay ursocontos eiroticos leilaporneu conto cunhada casada ver o cunhado de pau duro e fica loucaXVídeos dando o c****** apertadinho evitando a raivaQuero ver uma mulher madura sendo descabaçada pela pomba grandeso marrento cacetudocontor eroticon sexo erma mae conhadaeu confesso que paguei chupeta pro entrgadorxvidro fudendo a imao vigemconto comi cu da cracudapornodoidocasal liberal cornocontos eroticos - an american talepornodequatoomem de saco duroencoxando o rabo da tia no onibus contoinsesto de filho beijando aboca da mae e fode elagazando juntoxv