CAMINHOS DA VINGANÇA - A BOLSA

Um conto erótico de Ferraz
Categoria: Gay
Data: 27/06/2020 20:05:55
Última revisão: 27/06/2020 21:13:17

O comprador chegou, e junto a ele 5 caminhões que transportariam o gado, assim que o senhor comprador desceu, meu pai dirigiu-se a ele, cuchicharam algo, e seguiram para o escritório da fazenda, meu avô foi junto e ficaram mais de uma hora trancados, minha tia serviu água aos homens que acompanhavam o comprador do lado de fora, e aguardamos as demais notícias.

Já era fim de tarde quando as portas do escritório se abriram, meu pai saiu com rosto mais suave e meu avô mantinha sua expressão fria de sempre, quando estávamos só nós na fazenda ouvi meu pai conversando com meus tios

- e assim foi decidido, temos duas semanas até a vinda do comprador novamente, dessa vez ele virá somente buscar o dinheiro que nos pagou pelo gado, com um acúmulo de 1% ao dia em juros, e 10% após esse prazo caso não tenhamos acumulado a quantia, ao final de um mês a partir de hoje, a fazenda se tornará propriedade dele com tudo que temos, era isso ou nada uma vez já que foi assinado um contrato, no final é melhor assim. De qualquer forma a justiça nos tomaria a fazenda. - meu pai parecia confiante, como se ja tivesse a solução, vendo o silêncio de meus tios continuou - vamos vender os carros, os animais que noz sobram, as plantações e tudo dará certo. - meu avô ouvia tudo ao canto, e disse

- não há com que se preocupar, está tudo traçado - e saiu rumo a varanda.

Nos dias que se seguiram meu pai não parava, entrava e saia como o vento, meus avós continuavam sua rotina como se nada tivesse acontecendo, simplesmente continuavam, minhas aulas já não ocorriam, minha tia disse que já havia aprendido tudo que ela poderia ensinar, no final de toda noite, eu via meu pai entrar no escritório da fazenda e guardar o dinheiro acumulado no cofre, sempre assim, e assim se passou uma semana.

Era noite, todos ja dormiam e eu acordei com um pesadelo horrível, resolvi descer e beber para pegar uma água, meus pés tocam o chão silenciosamente rumo a cozinha, na volta resolvo sair para pegar uma brisa na varanda, meu lugar preferido na casa, saio e fico ali deixando meus pensamentos me levarem. Sou puxado para a realidade com um barulho de pisadas, leves, porém não o suficiente para fugirem de meus ouvidos, resolvo então permanecer em silêncio nas sombras que me guardavam na noite, vejo meu tio sair com uma bolsa de mão, noto que está arrumado, vestindo roupas de sair, ele desce silenciosamente e sai rumo a escuridão, algo me diz para segui-lo, e assim faço. Meu tio vai parar em um pequeno alojamento de funcionários, ele encontra o jovem que o ajuda nas plantações, não sei seu nome, mas o vi algumas vezes, ele é alto, moreno, aparenta ter seus 25 anos, seu corpo é forte, trabalhou a vida toda na fazenda, é esculpido eu diria, os dois seguem para trás do alojamento, lá ouço algo que nunca imaginei

- Aqui está, peguei tudo que foi conseguido nas vendas- e entregou a bolsa ao jovem

- Certo, podemos seguir nosso caminho, cuidar de nossas vidas sem esse povo em a volta- o jovem abre a bolsa e retira um maço de dinheiro, ali estava tudo que meu pai havia conseguido, mas porque meu tio estava fazendo aquilo? Então vejo algo que me assusta mais ainda, meu tio puxa o jovem para um beijo, um beijo apaixonado, como eu nunca havia visto antes fora de meus pensamentos, quando lia histórias em meus livros, o jovem virou meu tio de uma vez jogando a bolsa no chão, colocou suas mãos na parede dos fundos do alojamento, abaixou de uma só vez a calça e cueca e meu tio, eu nunca havia visto meu tio nu, nunca havia visto outro homem nu, na verdade nunca havia visto ninguém daquela forma, o membro de meu tio estava mole, mas era grande, apesar de seus 55 anos, meu tio ainda tinha o corpo em forma, era alto e robusto, braços e pernas grossas, cabelos lisos acastanhados e olhos azuis, se não fosse sua condição lamentável de capado, com certeza teria a mulher que desejasse apesar de sua idade. O jovem continuou sua ação, enquanto uma mão alisava o peitoral de meu tio por debaixo da camisa, o jovem então abre sua calça e retira de lá seu membro, era grande e grosso, nunca imaginei algo daquele tamanho, o meu começa a se endurecer, sinto meu corpo pegar fogo, o jovem então cospe em seu pau, e enfia tudo,de uma só vez dentro de meu tio, que geme baixo, mas parece ja estar acostumado com aquilo, o jovem então começa a morder o pescoço de meu tio, enquanto enfia e tira aquela monstruosidade de dentro dele, com força e rapidez, ele segurava a cintura de meu tio e com uma agilidade incrível enfiava e tirava, o barulho do encostar um do outro era alto, ele acelera mais, e eu que pensava que já estava rápido, olho para meu tio, e imaginei o quão guerreiro ele estava sendo, prevejo que o jovem vai gozar, e resolvo fazer algo, fico de quatro e vou engatinhando rumo a bolsa com o dinheiro que salvará a fazenda, lentamente chego até a bolsa, pego ela nas sombras da noite, enquanto meu tio é comido mantendo a pose sem sequer gemer, realmente um guerreiro, volto lentamente para onde eu estava, com intenção de dali retornar para fazenda, quando derrepente meu cabelo é puxado com toda força para trás, e sou jogado de costas no chão, vejo então o jovem levantando as calças e meu tio diz

- Achou que eu não sabia que você estava me seguindo? Seu estorvo, deveria ter ficado onde estava, apreciando o que tanto almeja- então ele puxa o jovem para si, e se entrelaçam em um beijo

- Tio, a fazenda, nossa fazenda, o que o senhor está fazendo? Como vamos salvar nosso patrimônio? - meu tio parecia não se importar

- Nunca lhe dei abertura para tal liberdade, se limite ao seu lugar de estorvo, você acha que como um homem sem ovos pode se aliviar? Eu não quis essa vida para mim, mas aconteceu, e o que me restou foi aceitar, agora depois de tantos anos usando os funcionários dessa merda para me aliviar, encontro o Samuel, ele vale a pena, faz cinco anos que estamos juntos, e não estou disposto a passar o resto de meus dias aqui, meu tio vem até mim, se agacha ao meu lado e diz

- quando acordar, dê lembranças a todos

- acordar? Como assim? - Sinto uma dor muito forte na cabeça e minha vista escurece.


Este conto recebeu 15 estrelas.
Incentive Buarque a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
29/06/2020 19:16:07
28/06/2020 22:40:50
muito bom. continue logo.
27/06/2020 22:18:28
Eita, reviravolta


porno antigo novinha putinha de calçase esfregando escondida no pau do namorado da maeporno comeu a etiada que fazia pirasa so de chortinhoMoreninhas com ropa dessentesxvideo frestinhoxividio deita vo come teu cucontos bdsm escrava 24/7irma e chantageadas por irmo e ele chupar aforsa seu paucomi a pmXVídeos cara tapeando coroa na rua de saiacontos o telefone tocou agora sou cornoCumendo rabo das laira rabudaevangélico emcoxado em ônibus contosEróticospornô.comirmau bejano racou cabaco da irmaJurandir que jeito que dá Lá Vem Novinha querendo me darcontos eroticos menina bobinhacontos eroticos malv comendo as interesseiraporbodoido dudendo com o pedreirocontos eroticos a crente do fretadoGostosas peladas com silicone na bumda que fazen os guri bate punhetadez ano padastro gosa na minha bocaporno quadradinho erotico mae desejo proibidoconto erotico ensinando a tia de motoconto erótico minha mulher esfrega no pau do meu amigorelatos minha esposa chegou toda chupadaem casaminha esposa me surpreendeuBabá velha finge dormir e e emrrabada pelo novinho contos eróticoscontos eroticos garantido trabalho do maridoesposa novinhaconto viadinho gosta de ser fudidohomem gostoso da rolona hàhàhà gemendovideos de bucetas intaladas na rola grossacasada chantageada dá o cu contosxvideoporno cresce q ainda nao alguentacontos sexo minha esposa nossa vizinhananinha xvidiosencoixo novinha de pau torto e gozaeu com 28 anos de idade minha noiva linda e gostosa com 20 anos de idade ela casou comigo virgem da sua buceta e virgem do seu cu eu e ela na nossa noite de núpcias eu dei um abraço nela eu dei um beijo na boca dela eu tirei seu vestido de noiva ela deitou na cama eu comecei a chupar seu peito eu disse pra ela sua buceta virgem raspadinha e linda eu comecei a chupar sua buceta virgem ela gemia ela gozo eu disse pra ela chupar meu pau ela pegou no meu pau ela disse pra mim você tem um pauzao ela chupou meu pau ela disse pra mim pra eu mete meu pau bem devagar na sua buceta virgem eu disse pra ela eu vou tirar sua virgindade da sua buceta com carinho eu fui metendo meu pau na sua buceta virgem que sangro eu comecei a fuder sua buceta ela gozo ela disse pra mim eu quero dar meu cu virgem pra você conto eróticocontos eróticos avôcontos eiroticos leilapornver videos de novinhas gostozas fudendo gostozo con seu ermao mais velhoputa segurando a pica do taxista cariocaum senhor de idade abusando da novinha bêbada desmaiada enfiando o piru grande e grosso nelapai mostro e medo choro poradas xvideosrapaz passa o dedo na bucetinha virgem da novinha e ela gritar de dor contosxvideos.com Juquinha comendo a jumentaEgua ciscano a Buçetacontos/brincando de esconde fui enrabadaputinha de ruatarada nuonibufilha senta no colo do pai na hora do filme de terror. X vídeoVERVIDEOE.ENCOXADA.NO.ONIBUSautor,Vamp19-Contos Eroticosxvideo.com esposa da o cu pausudo efinha e goza ela nunca mais quet da o cucontos eritico acustumou da o cu com tudo mundo dormindoquero ver as novinhas do Nx dando a b***** seus cunhadoscorno prefere se masturbarvideos. evangelicas. sendo. encoxadas. e. gozadasconto erótico lésbico narrado no YouTube com minha priminhaxvideo se masturbando com muito desespero e rapidez com o clitorisVer foto de mulheres mostrano a buceta e metenoconto eroticos virei infiel c. negaoSi.33/novinha só gosta de cassetao seduzida por um estranho contos pornorelatos selvagens de zoofilia com cachorroTia ruiva com buceta melada fudendo com sobrinho de bruçosmulher casada do Rio de Janeiro Baixada Fluminense Nova Iguaçu fala para o marido que quer dar para outro para ele ficar olhando ela metendo com outroninfetinha fudeno egosano com iper dotaxoconto erotica sendo mimada por meu irmaoconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancocontos straponfudendo com dorso de penisConto erotico comend irmoa da buceta peluda contos eroticos sem querer maesexo porno fui no meu ginecologista ao abri a perna ele me chupou todinha deliciacontos eróticos Esposa e uma proposta indecente fazer amor com a mulher de lá Sandra contos eróticossobrinha nao aguento da o cu por tio pedio pra parax vídeos porno eu e minha mãe fomos tomar banho e fiquei esitadoNovo vidio di reprotuto dicavalormeu bundao esta seduzindo meu filho filmetransei com a sobrinha no baile funk contoA bunda do engraxatecontoerotico eu namorada mae e tiocontos meu vo massageava minha bucetinhacontos eiroticos leilapornx vidios de masagista fudeno brasileiras meio a forçaxvidios mau emtra o dedo