Entre Irmãos Mão amiga

Um conto erótico de Helton
Categoria: Homossexual
Data: 30/03/2016 21:45:24
Última revisão: 31/03/2016 11:34:35
Nota 10.00

Olá nome é Brayan tenho 21 anos, sou um cara legal, um loiro simpático, corpo definido e pegador de minas, sou depilado, tenho coxas grossas e o principal né, tenho 21 centímetro de rola bem gostosa, e não posso esquecer do meu irmão Henri, meu chegado, meu parceiro.

Somos uma família de dois irmãos e meus pais que são super gente boa. Meu irmão Henri é super gato também, tem 19 anos, um corpo malhado que adora festas e pegar as meninas. Desde quando novos sempre fomos muito apegado um no outro, não tinha essa de brigas entre nos.

Repartíamos tudo, roupas, comida, moto, só mulheres que não né, aí é embaçado né galera. Nos pais sempre fizeram nos deu um boa educação, e o respeito era regra clara. Eu mais meu irmão dormíamos no mesmo quarto, era sempre bom, pois adorava meu irmão e ele também tinha um carinho super grande comigo.

Agora era proibido levar mulher lá pra casa, se quisesse tinha que nos virar. Nossos pais sempre foi assim, quando comprava algo tinha que ser para os dois, só a moto que servia pra nos dois, eu mais meu irmão mais novo Henri era o dono da moto. Nosso pai comprou pra gente a moto há uns um ano e proibiu de andar bêbado.

O receio era que acontecesse uma acidente com os filhos, mas agente maneirava, não bebia muito para andar na veloz, era assim que eu mais meu irmão chamava a moto.

Um certo dia, pegou pai chegou em casa com uma cama de casal nova pra ele, quando chegou o caminhão com a cama, eu mais meu irmão ajudamos nosso pai a montar a cama.

E quando mamãe chegou foi só alegria, era queria uma cama nova por causa da coluna, ai meu pai pediu pra desmontar a outra cama que ele ira guarda no quarto dos fundo. Mas minha mãe teve a ideia, sei lá que mudou um o rumo entre eu mais o Henri, ela disse que a cama usada por nossos pais ficaria em nosso quarto e nossas camas de solteiro, ela ira colocar no outro quarto, em caso de visita.

-Como é mãe, cama de casal pra mim mais o Henri. Ao dizer aquilo rachei os bicos, e meu irmão também. Pensei que era uma piada dela, mas ela estava falando sério.

-Sim senhores, o que que tem? Vocês dormirem na mesma cama de casal.

-Nada não mãe, a senhora é que manda rainha do Egito. Disse eu meio sem graça, mas e o Henri será que ele ira gostar dessa ideia doida da minha mãe, então perguntei ao meu irmão Henri.

-Eae Henri, o que tu acha dessa ideia.

-Ha pra mim tudo bem, a cama é grande e confortável, cabe muito bem nos dois mano.

Minha mãe não queira se desfazer da cama, pois com o tempo a cama ia estragar, e colocar a cama no quarto de visita não pegaria muito bem, e ela pegaria nossas camas de solteiro e faria um quarto só pra visitas.

Assim foi feito, lá vamos nos tirar nossas camas e levar para o quarto de visita e levar a cama de casal usada pra nosso quarto.

Aceitamos numa boa a ideia de mamãe, mas exigimos um colchão novo, pois deitar no mesmo colchão era embaçado, então meu pai comprou outro colchão novo pra gente nos mesmo dia.

Nosso quarto era super bom, tínhamos de tudo lá, televisão, computado, Xbox, um frigobar, guarda roupa, e nosso banheiro exclusivo.

A primeira noite riamos muito da situação, éramos muito vacaiado, não ligava muito com a situação, e pra falar a verdade foi uma noite boa, a cama era muito espaçosa e o colchão super confortável.

No dia seguinte de manhã bem cedo, eu acordo meu irmão alisando seu cabelo pra ele se levantar.

-Oi amor, tá hora e quando ele acordou demos muita risada.

-Vacaiado viu Brayan.

Rimos da situação pois parecíamos marido e mulher acordando e meu irmão aceitava numa boa as brincadeira, ele se levantou e foi pro banheiro tomar banho. Logo fui atrás dele, entramos quase juntos no banheiro, ele foi tomar banho e eu fui escovar os dente, agente tinha muita intimidade um com outro. Ver meu irmão pelado nunca foi novidade pra mim, e nem ele a mim, tinha essa liberdade, essa intimidade um com outro.

Fui entrando no banheiro e escovando os dentes e meu irmão Henri estava lá no box aberto tomando seu banho, e pude ver o corpo do meu irmão, ele é era todo saradinho, era de família, pois somos muito iguais em tudo, quase tudo né. Pois a pistola do meu irmão é um pouco menor do que a minha, ele tem 19 centímetro de pura rola, eu como sou o mais velho tenho 21 centímetro de puro nervos, nos dois somos todo depilados, raspamos o saco e temos pelos ralinhos no corpo, peitoral do meu irmão Henri, é todo definido, coxas grossas, barriga tanquinho, e sua bunda é mais cheira do que a minha. Eu também sou do tipo malhado também, somos dois loiros quase que irresistível.

Fiquei ali escovando os dentes e hora e outra dava um olhada para meu irmão Henri, e só para confirmar o quanto somos parecidos e bonitos.

-Eae Henri, seu corpo tá ficando igual ao meu em?

-Que nada Brayan, você é mais gato do que eu.

-Nada o que, tá todo definido já, tá bem gostoso Henri você.

Fui afirmando que ele estava bem gostoso e soltando uma boa gargalhada no banheiro, ele se virou pra mim também e começou a rir. Ficamos ali, um tempo ele se virou pra desligar o chuveiro e outra constatação, a bunda do meu irmão era toda cheira, um bundão cheio e redondinho.

-Vixe Henri, se parece comigo em tudo, mas essa bunda sua é toda boa.

E de novo soltamos altas gargalhadas no banheiro, ele se vestiu e foi minha vez de ir ao banho, tirei minha roupa rápido e comecei o meu banho.

Já Lá dentro do box pelado tomando o meu banho, o Henri ainda estava no banheiro se enxugando e reparei que ele olhava pra mim de cima em baixo, lógico que pois ele deveria estar se comparando com o meu corpo, pois fiz vários elogios pra ele.

-Na verdade Brayan você que tá malhadão, olha a sua pistola, kkkkkkkkkk. Vixe tá grandona. kkkkkkk

-Que nada Henri, você também não fica pra atrás, a sua também é grande.

-A minha pistola é normal, mas a sua deve ter uns 21 centímetro.

-Adivinhão, kkkkkkkkkkk Acertou em e você deve ter uns 19 de rola Henri.

-É parece que sabemos tudo um do outro mesmo viu, acertou.

Ficamos ali conversando um pouco e logo depois já estamos nos vestindo pra sair pra noite, naquele dia tinha uma festa pra nos dois irmos.

Nos arrumamos e foi para a tal festa, pegamos a moto, eu lógico pilotando e partimos pra festa, chegando lá encontramos com nossos amigos, bebemos, dançamos, divertimos muito. Logo as gatas já estavam ao nosso lado, nos paquerando, olhares em nossa direção, em poucos minutos já estávamos grudados nelas. Eu fiquei com a Patrícia e Henri estava agarrando a Sônia, e ficamos ali de boas curtindo a festa, dançando, bebendo e conversando. Tempo foi passando e resolvemos levar as gatas pra casa delas, só que a mina do Henri deu problema, a Sônia tinha que voltar junto com o primo dela, pois o pai dela deixado o primo como responsável dela.

Então lá vai Sônia embora de carro, e eu fui levar a Patrícia em casa, meu irmão ficou esperando na festa, só que como eu estava demorando e quase todo mundo já estava indo embora, o Henri resolveu ir a pé pra casa.

Henri pegou o capacete e rumou a pé pra casa, era muito longe, mas o cara era um burro mesmo viu, santa ignorância mesmo. Devia tá com raiva por causa da minha demora, mas cheguei na festa e nada do meu irmão, fiquei preocupado já, comecei a fazer uma busca em todo lugar e nada do cara. Então resolvi ligar pra ele pra saber aonde estava.

-Tá aonde Henri?

- Já fui embora, já.

-Que? Tá doido porra, foi mais quem?

-Tô indo a pé mesmo, tô sozinho.

-Que desgraça mano, você tá doido porra, indo a pé sozinho, você bebeu mano.

-Nada, kkkkkkkkkk, você tava demorando e então resolvi ir sozinho mesmo.

-Mano espera ai na estrada que te pego ai, cinco minutos.

-Ok mano, mas precisa não.

-Tô mandando esperar ai, porra, to desligando, e fui te pegar.

Peguei a moto e voei com a Veloz e logo encontrei sozinho e com o capacete no braço, fiquei nervoso, doido, preocupado com ele, e já parei e dei o maior branco nele.

-Porra tá doido, desgraça, vim a pé, falei pra você me esperar.

Fui xingando ele e quando vi já tinha dado um tapa na cabeça do meu irmão, foi a primeira vez que o bati, nunca tinha xingado, ainda mais batido nele. Ele fez uma cara sem graça, abaixou a cabeça sem reação nenhuma, pude ver uma lágrima descer dos seus olhos. Não sei o que houve mas ele sentiu, acho que exagerei na dose, mas o meu xingo era de proteção, ficaria louco se algo o acontecesse.

Então desci da moto, e fui até ele, e falei e pedir desculpas.

-Mano, desculpa, mesmo, só te xinguei e te bati por que fiquei com medo que algo pudesse lhe acontecer. Imagina se alguém passa aqui e te assalta e mata você. Eu morreria também mano, desculpa.

-Tá bom mano, não precisava me bater, desculpa também.

Eu cheguei mais perto dele, e o abracei com força, e de novo pedir desculpa, pois era a primeira vez que nos brigamos, foi estranho aquela bronca nossa, sei lá que sentimento foi aquele, mas foi bom saber que meu irmão estava bem.

Então partimos para casa correndo, e comemos alguma coisa de leve rápido sem fazer barulho, pois já passava das três da manha e nossos pais iriam encher o saco. Então vamos para o nosso quarto, colocamos uma cueca pra dormir, deitamos na cama de casal e ficamos ali conversando sobre a festa, sobre a loucura do Henri vim a pé, eu de novo pedir desculpa para o meu irmão Henri, ele me desculpou, ai resolvi assistir um filme pornô e bater uma pra relaxar. Ficamos ali deitados de cueca branca e logo minha rola estava dura.

-Mano vou bater um aqui, se importa Henri.

-Não né mano, acho que vou bater também, já to loucão aqui.

Rimos em silêncio, e tiramos nossas rolas pra fora, agente estava muito próximo um do outro, e olhei pra rola do meu irmão Henri, pude ver e constatar que a rola dele era grande, tinha uns 19 centímetro de pura carne mesmo, seu saco era todo raspado, assim ele dava impressão que era maior, a cabeça da rola do Henri era todo vermelha, uma senhora rola, mas eu não ficava pra trás, tinha uma pistola gostosa, tinha 21 centímetro de pura carne, minha rola era grande e inchada, tinha uma cabeça grande e eu também raspava o saco.

Então começamos a bater uma punheta bem gostosa um do lado do outro, de vez em quanto nossos olhares se encontrava em direção da nossas rolas e sei lá estava ficando muito excitante ali do lado meu irmão batendo uma punheta. Tiramos nossas cuecas, totalmente pelados, e batendo uma bem gostosa, e nos dois abrimos mais as pernas e nossas coxas se encostavam, parecia uma loucura, mas o prazer de ver meu irmão batendo uma ali perto de mim deixou minha rola mais dura ainda.

Henri também estava gostando pois pude sentir suas coxas se esfregando nas minhas pernas, nos dois estávamos louco eu acho, comecei a olhar pra pistola do meu irmão e ele olhava pra mim. Então já estava transtornado pelo tesão sugerir ao meu irmão que um batesse um para outro.

-Henri, tô meio louco, acho que é a bebida viu... Tô com tesão, vamos fazer algo doido.

-O que mano, fazer o que?

-Vamos bater um punheta um para outro, tipo mão amiga.

Ele ficou olhando e olhou para minha rola eu olhei pra rola dele, então num ato doido pegamos nas rolas um do outro, Henri foi pegando minha rola e fui pegando na rola dele, e começou a bate punheta um para outro, foi um prazer fora do normal sentir a mão do irmão Henri pegando na minha rola gostosa e batendo uma pra mim, e ele também foi a loucura quando comecei a bater pra ele. Ficamos ali bem gostoso, batendo punheta bem gostosa um para outro, ele pegava quase na cabeça da minha rola e descia gostoso, tava louco.

-Issso Henri, hummmmmmmmmm, que gostoso sentir sua mão, que punheta gostosa mano.

-Hummmmmmmm, mano tá gostoso? Tá, você também tá me deixando doido, bate gostoso vai. Issooooooooooo, vaiiiiiiiiiiiiiiiiii, bate Brayan,

-Hummm, Henri, isso, vai gostoso, bate mais, acelera, vaiiiiiiiiiiiiiiiiii, delícia......

Ficamos batendo punheta um para outro, e esfregando nos coxas uma na outra, eu nunca tinha sentindo isso, acho que o Henri também não viu, mas estávamos gostando de mais.

-Vaiiiiiiiiiiiiiii, Henri, bate, bate pra mim mano, bate gostoso, pega na minha rola gostosa, vaiiiiiiiiii, hummmmmmmmmmmmmmmmmmm, issooooooooo, gostosssssssssssssso, hummmmmmmmmmmmmmmm.

-Vai Brayan, pega na minha pistola mano, issoooooooooo, gostoso viu..... hummmmmmmmm mano, bate gostoso também pra mim, issoooooooo, sua rola tá gostosa viu mano....

Ouvir essa afirmação do meu irmão Henri sobre minha rola é gostosa me deixou confuso, mas estava adorando aquele clima viu.

-Hummmmmm, vai Henri, bate, vou gozar gostoso viu... isoooooooooooooooo, bate essa minha rola é gostosa ne.... Hummmmmmmmmmm, gostoso....

-Aiiiiiiiiiiiiiiiiiii, Brayan to quase gozando viu....Vaiiiiiiiiiiiiiiii, manooooooooooooooooooooooo. Issoooooooooooooooooo, vou gozarrrrrrrrrrrrrrrrrrr, vouuuuuuuuuuuu, vouuuuuuuuuuuu, Gozeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

-Hummmmmmmmmmmmmmmm Henri, vou também mano, vou vou vou vouuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu, gozeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii.

Gozamos litros de porra em nossa cama viu, a sensação foi maravilhosa viu, nunca tinha sentindo tanto tesão assim, nem com a mulheres que já peguei, eu mais o Henri estávamos exaustos, mas satisfeitos, depois que gozamos olhamos um para outro e rimos bem baixinhos, e pedimos confidência da mão amiga. É lógico que jamais alguém saberia que nos tínhamos batido punheta uma para outro, o segredo jamais contando, só sentindo.... Continua....


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive Helgato a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
19/02/2017 13:21:01
Legal
08/06/2016 21:07:09
Adorei!
31/03/2016 14:14:37
Adorei!
31/03/2016 11:32:30
Obrigado a todos, e principalmente ao Lilinho. Nossa, estou até sem graça com os elogios, Agora não sei se só isso tudo não viu... rsrsrs, mas mesmo assim, obrigado
31/03/2016 07:26:43
Claro que continua, muito bom
31/03/2016 00:27:01
Excelente! Continua!!!
30/03/2016 23:36:43
Cara Delícia.... Continua já
30/03/2016 23:18:58
LÓGICO QUE CONTINUA. JÁ TÔ NA ANSIEDADE PRO PRÓXIMO CAPÍTULO. EXCELENTE. BEM NARRADO, BEM ESCRITO, SEM ERROS. FASCINANTE.
30/03/2016 22:47:32
Caro autor, sua adequação de escrita em primeira pessoa é impressionante, observar a evolução de um conto para o outro é magnífico. Você consegue pegar enredos simples, e talvez clichês, e transforma-los em algo gostoso de se ler acrescentando neologismos e até nuances a suas personagens.Parabéns, por favor, não abandone nenhum dos trabalhos em andamento, são bom demais para não ter continuidade e desfecho. Abraços!


Nem respondi e fui metendo naquela bucetinha encharcada, até sentir meu pau tocar o fundo, quando ela soltou um gemido alto e gostoso.contos heróticos com padrastopirnogozaxvideo mulher arobando a buceta i o cu. ate gosavιnнa eadoro foder com meu filho fodeme meu filho nesta cona putaporno covarde dona muito suadazoofilia no Congoconto erótico mulher casada f****** com cunhado YouTubeconto erodico fodir com o namorado da minha amiga e ela chega na oramulher com mulher pode uza bolinha vaginassinhazinha estrupada por escravos porno contos eroticos.virei viadinho no consolo da titiacontos eroticos malv comendo as interesseiraContos animados papai tio e padrinho me foderam muito quando novinhaContos eroticos sapatao machaozoofiliaboysaboreei o gosto da minha irmã nua XVídeosmeninos irmaos gay gostosos sarados pelados batendo punheta na cam e na escolacontos eroticos nunca pencei disperta tesao en outro homem com minha bundacontos eroticos sou viciado num cuzinho de machocontos eróticos adotei 2 meninas negras putinhashomempelado netporno nao percebi mas ela pegou no meu pauxvideos com . sexy porno ju safada adora provoncar mulher safada fasmosacontos-padre comendo a meninaimplodandoGoroto da bunda grande o amigo goso dentroXXXVNWWW .COMcontos eiroticos leilapornf****** a b******** lisinha amarrada de perna aberta brasileiralactofilia porno em sao carlos spcoroa carentever videos pornoo com coroas punheteiras e gozadas fartasConto erotico velhinho engravida mulher casadaseios com mamilos pontudosmais lindoconto.erotico.mulher..da..oi.velox.ttansandoela rebola fortr o cu n rolaContos eróticos brincando no escuroaí louca aquela fudida uuuicontos eróticos os melhores eu e minha esposa recebemos uma visita de um casal de idadeficamos ilhados no sítio eu e minha irmã contosmulheres prendeno o bico do seio com prendedor xvideoporno sexo janela secretamenina tranzando escodido de nove anosmeu marido viciou em porra de machocontos eiroticos leilaporngay da o cu debruço da arvoreXxvidios buceltinha de menorxv inacreditavel as novinhas baby trasandonovinha deixa pirocudo gozar dentrodabucetascontos de zoofila novinha gritando de dor na rola gigantescaconto erótico sou menino mas adoro usar calcinha e ser menina do meu tio malvadobocete nu travetiaConto real slutwife camisinhacontos eiroticos leilapornconto me tornei corno calcinha do macho negro delacontos eróticos surpenatural incestovideos de gosdosa tirado fio dendal de 22anosContos eroticos comi minha sobrinha novinhavideo gta conaminha namoradacontos eroticos comendo a sobrinhacasado tem tesão em mamar cine porno speu einha esposa com dois amigos.no motelcontos porno cabelos da buceta chegaram a enrolaaulas particulares com.professor novinho contosgaysestranho dotado enche coroa loira casada de porra corno asistecontos gay. meu vizinho de 12a me comeu.novinha brincano com pau do muleke e saindo aquele liquidoxvideo zoofilia cachorro engata no dono que terta tira o pau e mao comsegue xvideocontos de negro roludo e novinhacontos eroticos vizinha com o cao fiz chantagemxvideo irmã frsga irmão tocano ums punheta nao sguenta de tants tesao e pede para ele rnfia a pica nelasua puta ou seu viado o celular e meu e se quero asisti video porno tenho que asiste por que.paguei pra ter minha escolha desgraçamulher de corno trepando com peaozada no alojamentoxxvideos mulher coroa do patrao nao se agueto e me deu a bucetamae deliciosa abusando de garoto a noite insestocontos eroticos maduras negras peludascontos eiroticos leilapornconto sexual dei o cu melado de merdacontos eroticos.viadoooo da sogra safadacontos eiroticos leilapornnegão bem dotado chupando e arrombando o c* da novinha louca de lança na casa abandonadaFamília Sacana Tufos -comendo as irmãs safadinhascasada dormino sem calcinha caseiro transando com ela gozano na bucecomo e bom ter um comedor sólido e um marido viadofoto de cafuçu com pau enorme de grosso e cabeçudoestrupe minha professoraxvideos comendo a irmã dormindo de fio dentalminúsculogostosa a primeira vez com um pau gigante enorme e grosso jato farto de porracontos eiroticos leilapornlargura saia curtinha de pornô pornô neguinha pornô mulherconto erotico funk peladaFudiaponoxvideos. sexo. estoria. encardinhocontos eroticos de nois dois enrrabados