O AMANTE DA MINHA EX-MULHER

Um conto erótico de DIRETOR
Categoria: Grupal
Data: 20/12/2011 10:36:19
Nota -
Assuntos: Grupal, Sexo

Temos 53 anos eu e ela e muito ativos sexualmente, a minha esposa descobriu logo o quanto eu me excito com

as histórias dos seus tempos de solteira. E eu descobri o quanto ela era sacana. Transou tanto e com tantos que daria para escrever um livro. Quase sempre eu comia-lhe a bundinha enquanto ela contava as suas transas. Uma noite perguntei se ela conheceu alguém bem-dotado. Ela respondeu que transou com vários, mas o último antes de mim foi especial. Disse que o cara tinha um pau descomunal, além de grosso, muitíssimo grosso, tinha 24 cm de comprimento e era duro como pedra. Meu cacete pulava dentro da bundinha dela. Num lento vai e vem, pedi para que contasse mais detalhes.

Ela disse que a primeira vez que viu o cara pelado, de pinto duro, teve medo de não agüentar, mas que o tesão foi maior naquela noite e gozou como uma égua no cio. Dias depois mais acostumada com as dimensões cavalares do pau,

cedeu aos pedidos dele e ficou de bruços aguardando a penetração anal. Como estavam sozinhos em um sítio, ela gritou o tempo todo que durou a transa. Gozou e fez gozar, e mesmo arrombada, rasgada e ardida, pediu mais e mais.

Viciou em dar a bundinha para aquele cara pintudo. E contou mais. Disse que na manhã do dia do nosso casamento ela o procurou no ape onde morava e, como despedida de solteira, entregou-se a ele novamente. E que quando entrou na

igreja, à tardinha, ainda sentia sua buceta ardida e inchada, o cuzinho dolorido e queimando e na boca o gosto quente do esperma quente daquele ex-namorado, o Rui

Fiquei louco de tesão, subi em cima dela e mandei que ela gritasse como da primeira vez que deu o cuzinho para o Rui enquanto eu lhe fodia de bruços. E ela não deixou por menos: Ai, que pau grande você tem...Vem me machucar o cuzinho, vem meu macho pintudo, cacetudo. Enfia essa vara grossa no meu cu. Sou sua égua e você meu cavalo pauzudo. Vem me rasga o cu, enfia fundo esse monstro lindo no meu rabo. Vem com força, me mata com esse pintão gostoso.

Nunca senti um tão grande...

E assim gozamos feitos loucos. Nossas fantasias foram evoluindo até que uma noite perguntei se ela gostaria de reencontrar o tal de Rui, de sentir novamente um bem dotado em suas entranhas. A única condição era que o encontro ocorresse na minha presença. Ela disse que sim e adiantou que ele provavelmente ainda morava no mesmo local. Pegou meu pau com uma das mãos e com a outra o telefone. Ligou e começou a conversar com o cara. Disse que estava com saudades e muita vontade de tê-lo novamente dentro das entranhas, mas deixou claro que eu estaria presente ao encontro marcado para o dia

seguinte.

Naquela noite ela não quis me dar a bundinha alegando que queria estar apertadinha para o ex-namorado. E mais, nem a bocetinha ela me deu pela mesma razão. Apenas me chupou até o gozo.

Na noite seguinte ela recebeu o ex-namorado toda arrumada, cheirosa e com uma lingerie super sexy. Tomamos vinho para descontrair e dançamos suavemente. Eu apreciava minha mulher com nosso convidado no maior amasso quando ouvi perguntar baixinho: Quer me comer? Quer pôr essa coisa gostosa em minhas carnes?

Mal perguntou, ela já estava nua ajoelhada no chão desabotoando a calça dele. Para sacanear, ela parou e disse que se eu quisesse vê-la chupando outro pau eu teria de tirar a calça do Rui. Quase recusei, mas meu tesão era tal, a minha vontade de vê-la com outro era grande demais e por que não admitir que sentia curiosidade de ver um pau maior que o meu? Um pouco envergonhado, baixei a calça junto com a cueca e um pau descomunal saltou atingindo meu braço e o rosto dela.

Fiquei impressionado com as dimensões cavalares. Longo, grosso, duro, com uma envergadura acentuada, cabeça arroxeada, brilhante e veias azuladas dilatando a pele ao redor do cacete. Que coisa monstruosamente linda!

Ela pegou, apertou e punhetou aquela vara enquanto chupava a cabeça. E emitiu uma ordem rapidamente: Segure ele para que eu possa chupar melhor.

Não gostei do tom de suas palavras e ameacei engrossar. Ela pediu desculpas e carinhosamente refez o pedido dizendo que daria muito tesão a ela ver-me segurando aquele pau, que eu era macho e continuava assim e coisa e tal.

Topei já que eu sentia uma certa curiosidade em pegar outro pau que não fosse o meu. E pela primeira vez segurei o cacete de outro homem. Ela pedia e eu punhetava aquela verga enquanto ela chupava. Ela tirou a boca do pau e me beijou na boca. Pude sentir o gosto da vara na língua dela. Segurando o cacete do cara e encostando seus lábios nos meus, pediu, manhosa: Chupa você também, chupa o pau do meu amante. Chupa, faz para agradar sua mulherzinha. Eu vou adorar.

Cedi mais uma vez. Minha garganta sentiu a cabeçorra grossa daquele pau, chupei e lambi toda a pica conforme ela me pedia. Foi muito bom! Depois o cara sentou na poltrona e ela foi por cima, ambos de frente para mim. Segurei o pau para que ela fosse se abaixando e engolindo tudo. Enquanto ela subia e descia, eu chupava a sua boceta e o que sobrava do pau. Ela gozou alucinadamente. Mudaram de posição várias vezes até que gozaram juntos. Aí ela me convidou para comê-la arrombada e esporrada. Meu pau nadava dentro dela de tão dilatada e molhada a boceta. Sinta como minha boceta está grande, sinta ela arrombada pelo cacetão do Rui.

Após o gozo e o banho, chupamos eu e ela o pintudo do amante dela para endurecer o pau. Ela pegou um creme e me pediu para lubrificar o seu cuzinho e o pau do amante. De quatro, pediu para ser enrabada. Segurei o pau rumo ao

cuzinho dela e estremeci quando a cabeça entrou rasgando. Ela gritou e pediu: Vem meu macho pintudo, me machuca o cuzinho com esse cacetão. Vem fundo, vem, vem que tua égua está te esperando. Vem meu cavalo. E foi! Em poucas estocadas minha mulher agasalhou todo aquele monstro no rabo.

Mudaram de posição enquanto ela gozava seguidas vezes. Depois de mais de meia hora, ela pediu para ele tirar o pau. Deitou-se de bruços e me chamou: Come meu cu, sinta como ele está. Era como se eu comesse uma boceta tal o tamanho que estava aquele rabo.

Suas fantasias estavam longe do fim. Em seguida ela abriu a minha bunda e disse que queria que desse a minha bundinha virgem. Eu não estava em condições e nem queria recusar nada. Fui passivo e disse que tudo bem. Ela decidiu que seria na posição de frango assado. Deitei-me de costas e ela em cima de mim em posição invertida.

Segurou minhas pernas sob os braços de forma que meus joelhos quase tocavam meu peito. Sentou em meu rosto quase me sufocando com a boceta molhada ainda vazando esperma do outro. Abriu minha bunda já lubrificada e disse ao

amante:

- Enfia esse caralhão no cu do meu marido. Vem foder o cuzinho dele.

Senti o calor da cabeça encostar-me nas pregas e rapidamente saltar para dentro de mim. Foi impossível não gemer de dor, mas também de satisfação. Dizem que o difícil é a cabeça, que o resto é fácil. Não foi assim comigo, não. Doeu até o fim. Mesmo quando as bolas encostaram em minha bunda eu sentia alguma dor. Mas foi tudo até o fim. Iniciamos movimentos de vai e vem e eu delirava.

Minha mulher pediu que mudássemos de posição. Eu sentei na vara dele e ela na minha. O peso dela e a cavalgada que me fazia empurrava mais profundamente o pinto do cara para dentro do meu cu. Ela gozou e eu também, mas o Rui não. Mais uma vez ela comandou o espetáculo. Eu e ela fazendo um papai e mamãe enquanto o cara, após lavar-se, enfiava o pintão entre minha boca e a dela. O pau escorregava entre nossos lábios molhados. Ele ia e vinha com se fodesse uma boceta ou um cuzinho. Tanto foi e voltou que gozou em nossas línguas uma quantidade enorme de porra quente.


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive DIRETOR a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.


wwwxvideo mae presa de baixo da mesacontos encasa so andamos peladosmulher casada trai seu marido e fode sem camisinha e leva gosada dentro da buceta e engravidarapais xupano a gala do outro rapaisTio brinquinho trazando com sobrinho,negao xnxxCazal tranzando em pé vídeo relatos casadoscontos american talecontos pornôs vingança órfã gangbangrelato de siririca com barulhinhobuceta gozano nepicaxvideos irma dormimdi de ladinho com seu irmaonefinhas gostosas fodendo muitodoce nanda parte cinco contos eroticosxevedeos cumendo a amiga da minha mãe que véio passar ferias na minha casa vedeos caseroxxvideosabusando da virgem novinhacontos eiroticos leilapornconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancopaso um gel e finco no cu pornodoidoguei torado desbocado xvideoporno doido mesturbano ate gosa jato lesbicacasa do contos erotico evangelica negraContos gays pegado a forca por grupinhos na infanciatirei.o.cabaco.da.minha.irma.dormindoconto erótico Inarasou puta e pratico zoofiliaxvideo foda rija ate choraconto pai filho mijocontos eiroticos leilapornContos eroticos chantagiei minha sogra e acabei estrupando elaxxvideos pornos muher chegando em casacontos eróticos inocenteminha cunha espero meu irmão sai e mim mandou ajudar a ela a apertar o sutiã e eu a cumei sexobuceta arreventadagarota q foi fudida no fundo d casa por um cachorro pastor alemaovidio corno mulher pedio aregocontos sexo gay homens velhosxvidios mau emtra o dedocomendo a irmã moeda meu irmão gostoso ela geme na vara XVídeosesposa pelada curva para pegar sabonete marido pirocudo come cu dela semela espera ela gritacontos gay novinhoprimos se pegando e com mãoboba pornodoido.comcontoseroticos incesto brincando de casinha com a maninhavisita noturna da patroa panteraVideo de duas mulheres tomando banho de biquini e se chupando e gritando de prazervideos sexo mae sem calcinha e de chortinho sovadowww.bbucetas rarasfissurada em ser chupada na buceta contopornomulhe chupa.at.coza xvideo metta syuawww.xvideos novinhas dando um emprevisto pra foderquadradinho eróctico a filha do vizinhosó encoxadasvideos di saia ma rua por baxoTias fodendo na sala com subrinho e marido outro comodocontos eroficos o caralho gg do vizinho me maltratou x vidios branqinha cabelopretoeu quero ver sexo de lésbicas com lactofilia aguentando mulheres adultasprimeiro negão a gente nunca esquecevov chorando na pisa do negao pisudoconto erotico sendo chupada enquanto ler livro pornocontos eiroticos leilapornbucetaaa grande na xiriricaConto virei mulher paicontos a cabra taradacavalga ai ui mete primo caralho contoContos eróticos titia chupa minha xaninhacinquentona putona brasileira xmasnterf****** com minha vizinha contosVoltei arrombada e cheia de porra mostrei para o corno homenageando a cornodaputaUma bateno siririca ppra outraeu quero ver o homem estrupando a mulher comendo o c* dela periquita e gazelaconto puta cacete rola xota trepada chupar cachorravídeos de arretando do Duquefotos de mulher lefa e que aquenta fuder com pic grande da cabeca grossa e a mulher peituda e deramando leitecolecao lambendo a cabecinha gozada na boca pornodoidoXVídeos atormentavam televisãoFiquei toda arregaçada com o pedreiroContos pedi pro meu marido me levar no puteiro pra dar o cuAonde tu não me debruço no tapete XVídeoscontos eroticos dei a buceta dentro do onibusvidio porno garotas de camizolinha pernas abertavideo baba sendo acordada com linguada na bucetanegão derola grande egrosa. metendo com. cachorra no viu ategosa