filha da empregada

Um conto erótico de garoto tarado
Categoria: Heterossexual
Data: 06/01/2011 13:58:32
Nota 10.00
Assuntos: Heterossexual

Quando mudei pra Curitiba com minha família, alugamos um apartamento no bairro perto do serviço do meu pai onde uma senhora se ofereceu para ser empregada domestica da minha casa minha mãe com medo de não dar conta do serviço aceitou, como era época de mudança não tinha nada no lugar então fui tomar banho e fiquei rodando pela casa a procura de roupa limpa foi quando me deparo com uma ninfeta, com carinha de rebelde, logo pensei minha Irma já conseguira amigas aki nem comprimentei fui logo pro quarto trocar de roupa, quando sai minha mãe falou que aquela seria a filha da empregada que daquele dia em diante cuidaria da casa e dagente durante a ausência dla, então achei normal fui pro colégio novo e quando voltei em casa estava somente, nos três a empregada eu e a filha dla, fui asistir televisão quando ela chega perguntando se eu queria algo, eu disse que não, ela era uma menina bela, porem não era do meu tipo, sempre gostei de meninas do tipo gostosas burras, que não era o caso dla era sim gostosinha mas era muito inteligente era bolsista no meu novo colégio, então ela veio conversar comigo sobre a escola, o que tinha achado, disse que tinha gostado mas o povo não era muito amistoso, pois ninguém conversava comigo eu me senti constrangido, ela disse sentir o mesmo pelo fato de ser bolsista ela tinha ate medo dos alunos pela agressividade que alguns tratavam ela, tentei a confortar, falando que era tudo assim mesmo, com o passar dos dias viramos amigos, e comecei a me exitar por ela, ao ponto de me masturbar com uma calcinha dla e ouvindo a voz dela , então percebi a gravidade, e decidi falar com ela que estava afim de “namorar” com ela ela disse que não poderíamos namorar pelo fato da mãe dla ser minha empregada, então pedi pra namorar escondido, ela como uma verdadeira menina esperta aceitou sem saber o que a esperava, nos encontrávamos em todos lagares da casa, e um dia a mãe dla recebeu uma ligação da minha mãe dizendo que ela precisava fazer a feira pois minha mãe atrasaria no serviço e não pegaria o supermercado aberto, ela saiu pra comprar eu dei um beijo na tâmara e disse, agora so tem agente, foi quando notei que ela estava de saia e uma camiseta preta, que mostrava em detalhes seu corpo de ninfeta gostosa, começamos a ficar no sofá eu muito esperto passava a Mao no corpo dela todo , e num descuido dela cheguei com a Mao na bucetinha dla, foi ae que vi que ela gostava da cituaçao pois sua bucetinha tava molhadinha foi quando eu fiz o comentário:

Amor sinto a mesma vontade por voce!

e coloquei a Mao dela encima do meu pau, ela tirou a Mao dla rapidamente e disse que não era esse tipo de garota falando que so pelo fato de não ser virgem não significava que ela teria vontade de transar comigo, que éramos apenas “amigos” foi ae que disse pra ela despreucupar que aconteceria somente o que ela quisese mas que eu estaria mais avontade, então tirei minha blusa e voltei a ficar com ela, foi quando percebi a malicia dla, em começar a passar a Mao na minha barriga e delicadamente abaixar meu zíper, em fração de segundos meu pau tava pra fora e ela me beijando disfarçando as reais intenções, foi quando eu dei um abraço forte nela e vi meu pau roçar aquela virilha dela, ela ficou louca de tesao e me levou para meu quarto que era o menor da casa porem o mais escuro, dizendo que não gostava de ver o que fazia, foi quando aceitei no quarto ela logo tirou minha roupa, e numa forma sexy fazia um strip tirando peça por peça, foi ai que vi pela primeira vez seus peitos, aqueles peitos grandes, com mamilos pequenos, rosados e apontados para o céu, que me dava muito tesao, nessa hora ela sentava no meu colo e esfregava aqueles peitos na minha cara como uma boa puta, foi quando pedi pra fazer uma espanhola naqueles peitos que muito me exitava, ela aceitou com a condição de eu deixar eles bem molhados com minha língua, aceitei na hora os peitos eram tão grandes que com uma Mao so não tampava, chupei os peitos dla e de uma forma maliciosa enchi o decote dla de chupao pra todos verem que aquela foi traçada por mim foi quando comecei a roçar minha rola nos peitos dla e so almentando a freqüência descontroladamente ate acertar o queixo dla, foi quando ela ficava acariciando minhas bolas de foram que nenhuma outra fez ate hoje, ela pedia a todo tempo pra mim chupar ela, pois gostava de ser agrada, quando aceitei tive a surpresa, achei que como uma boa proficional ela estaria depiladinha cheirosa pra uma tarde de sexo selvagem não, vi aquela buceta toda coberta por pelos, pelos claros um tom de castanho claro quase loiro, que marcava por todo redor da buceta , não sei o motivo mas aquilo me exitava, então chupei, muito aquela fenda que tinha um cheirinho único, e tinha também umas partes mais rosadas que outras, e uma grande testa, que dava muito volume quando ela usava calça apertada, foi quando comecei a colocar a linga e o dedo que ela ficou tão exitada ao ponto de gozar, e gozou muito eu me sentia homem pois era a primeira que eu faria gozar em minha vida, todas minhas transas antes foram de brincadeiras perto daquela, então eu chupava aquela buceta linda cheia de pelos quando ela pediu colocar meu pau na entradinha por que queria começar a brincadeira, foi quando vi aquela linda loirinha de 4 impinando aquela bucetinha cabeluda porem bem abertinha, eu comecei a roçar meu pau nela ate ela descontrolada pedir pra mim colocar, quando coloquei tudo ela parecia uma cadela louca levando pica na bucetinha, ela gemia muito alto e gritava palavras exitantes, perguntava se tava gostando da minha putinha, que ela aquela noite faria eu gozar porra, que ela seria a melhor puta da minha vida eu retribuía chamando ela de putava, vagabunda, piranha, ela rebolava quando eu falava isso, foi quando num movimento brusco ela me derruba na cama e começa um boquete repentino e muito gostoso, mas tão sagaz que chegava a a morder por todo meu pau e pedia leitinho na boca, com aquele pauzao na boca dla vi que ela queria mesmo era porra na cara, foi quando coloquei ela na cama e comecei a bombar num gostoso frango assado, isso me dava muito tesao aquela buceta bem beiçuda cheia de cabelo so pra mim foi quando um tesao louco veio subindo das minhas pernas me fazendo tremer foi o tempo de tirar da bucetinha dla e de escorar no rosto dla e gozar, uma porra vistosa e quente, se espalhava pelo rosto dla todo, ela chupava meu pau semi mole sem parar foi quando ele sem parar ficou duro na boca dla querendo mais ela chupava como uma louca, foi quando botei ela de 4 segurei as mãos dela nas costas e disse:

Agora eu dou as ordens! Empina esse rabo gostoso sua vadia!

ela ria da situação falando pra mim meter onde quisese foi quando eu coloquei naquele anelzinho rosadinho dla que quase ninguém tinha comido ainda, ela reclamaria logo depois que estaria desconfortável mas eu com meu nível de tesao no Maximo não ouvia nada e so introduziria pouco a pouco e sentia que sangrava um pouco mas não sabia se era meu pau ou aquele cuzinho bem apertadinho, continuamos, por 15 minunos nasquelas bombadas gostosas, nada melhor que ouvir o som de uma vadia badendo com força no seu saco, aquele som que quando mais forte mais exita, foi assim nessa pressão que gozei de novo naquele cuzinho gostoso e com algumas manchinhas de sangue quando comecei a tirar o penis percebi que o sangue saia de mim, pois a pele do meu penis estava se rompendo naquele cuzinho áspero, ela se prontificou a chupar com o rabo cheio de sangue e porra, quando nos levantamos percebemos que nos dois estávamos assados de tanto transar, eu pior com uma dor terrível toda vez que urinava, ela com uma dor quando andava, essa relação nossa rendeu muitas historias, que logo postarei aqui abraços a todos!

ME ADD


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive garoto tarado a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.


mulher infindo.o veitilado na bucetaContos porno com motoristacontoseroticos/nicoleavelin/autorapriminha inocente pegando no pinto do primo na frente de toda família sem eles veremcontos eiroticos leilapornchorei na hora pau entrou xvideoConto erotico gay o bom filho a casa torna capitulo 10quadrinhos eroticos cunhada sedentanovinha gostosa tira roupa oro cunhado/texto/201805808/favoritocontos a bicha arrancou sangue do meu cuo cara esperando a boyzinha do colégio sair brasileira XVídeosnossa gozei dentro to ferrado xvideoscontos sou lesbica e gosto de scatcoroa q sabi dexa dozelo de pau duroGTA da mulher de calcinha o ventilador homem pelado homem pelado homem pelado homem pelado homem peladomeu filho pintudo contoxvidio de padrasto comendo. a imtiadatextos mulheres e meninas. viadinho estrupadas dulpa penetracao gozada boquinhaele pedi caga pramim gata pornoxvideos cosseiroscontos gay o prestador de serviçomunher passa mal na pica du amantenovinhas sendo filmadas escodido em comvento e estrupadaseu confesso que transei com meu tio xnxx /texto/201805808/favoritoJoganda porra na bunda da maninha de bruçodei xoxota para meu pai pausado de manhã, contos incesto fotosclip16 novinhas esguichandomãe e filha fudendo com travesti de calcinhacontos fui fazer massagem e recebi chupadas n buceta das massagistaspai cheira a cueca do filho com gozofoďe cm gravidaxsvidio.nao.ta.abrindo.atelacontos eiroticos leilapornpono. amugo. come. vabuda. da. namorada. do. amigo. xora. pau. olhavırgens dando o cuConto erotico anal com humilhaçao e cinto de castidade masculinacontos eroticos diaristacontos eroticos malv comendo as interesseiracontos foi passar uns dias na casa do cunhadoconto erótico sogra analvideos eróticos de homens lindos se cumendo picudãos vercontos eróticos de homens peões de obras fazendo sexo com outros homensrola grossa cabeçuda no cu do gay de bruçoFilinha gostosinha fretando o pai xvideocontos erotico insperto escolasogra chora no pau grade e groso do gero rasdo sua bucetaempregada gostosa foi faxina e levantou o rabo do meu lado ou do rabo gostoso deladotadao gozando dentro do amiguinho dengozofudi a egua no curralapaixonado por um hetero cap 15XVídeos mataram na chopada irmão quartomenina inocente brincado com titioacoxano de pau duro no oniboscorneado e enrabado pelo primo pirocudo contoscontos meu filho veio morar comigo e no banho vi seu mega rolao eu queriaeu sou corno e ela com amigo de conchinha xvideoascensorista pauzudoporno fui deitarmais minhamadrastaTV incerto XVídeos padrasto ver a enteada f****** e não resistichamou a enfermeira pra cuidar do marido e flagrou trepadabundinhacontoscontos eiroticos leilapornXVídeos mulher lavada novinha em cima de uma pomba de gritando ai ai tá doendo meu c*levando a cunhada para tomar injeção no bumbumTema VampiroCasa Dos Contos Eroticos zdorovsreda.rusexo pregando no fagarxvideosdificil pra vc lukaaminha filia gostosa e cochudapornoxvideos levo a gostosa anda de moto e comeu ela no matoduas rabudas branqinhaa dando pro negaoConto provoquei meu pai super dotado e me assustei