FODIDO E SACANEADO POR 3 MOLEQUES

Um conto erótico de herbert.moc
Categoria: Homossexual
Data: 02/12/2010 15:59:48
Nota 9.57

FODIDO E SACANEADO POR 3 MOLEQUES

SOU MINEIRO, BISSEXUAL NÃO ASSUMIDO, 28 ANOS, SOU LOIRO, ALTO, BRANCO, PAU DE 16CM, ROSADO, GROSSO E CABEÇUDO, CHEIO DE PORRA BRANCA E ESPESSA, SEMPRE PRONTO PRA ARROMBAR UMA XANINHA OU UM CUZINHO, OS QUAIS EU SOCO FORTE E FUNDO, FAZENDO A PARCEIRA GEMER E GOZAR MUITO. MINHA BUNDINHA É EMPINADINHA E DURINHA, NÃO É GRANDE, MAS TAMBÉM NÃO É PEQUENA. MINHA BUNDA É BRANCA, SEM PÊLOS, COM DUAS COVINHAS ACIMA DA MESMA, ONDE O MACHO PODE APOIAR OS POLEGARES E ME SEGURAR BEM FIRME PELA CINTURA PRA ME FODER GOSTOSO. MEU CUZINHO É PEQUENINO E ROSADINHO, PORTANTO, GOSTA DE SER TRATADO COM CARINHO, SEM MUITA BRUTALIDADE, MAS DE FORMA A ME FAZER GEMER E GRITAR COMO UMA CADELINHA. CONTUDO, MEU CUZINHO ROSADINHO É MUITO GULOSO E ANSEIA POR RECEBER UMA LINGUINHA, UM DEDINHO OU UMA PIROCA BEM LIMPINHA, CHEIROSA E GOSTOSA, CHEIA DE LEITINHO PRA ME DAR NA BOQUINHA. MINHA BOCA É BEM DESENHADA, ROSADA, LÁBIOS CARNUDOS, PRONTOS PRA ENGOLIR O PAU DE QUEM SE INTERESSAR E DE QUEM ME INTERESSAR. MAMO FEITO UM BEZERRINHO, CHUPO OS OVOS, ENFIO TODO O CACETE NA BOCA, ATÉ ENGASGAR, E DEIXO O PAU TODO MELADO, PRONTO PRA FODER MEU CU. SOU UM CARA NORMAL, NADA DE SÚPER, PORÉM BEM SAFADINHO, SEM PUDORES NA CAMA. MORRO DE VONTADE DE DAR MEU CUZINHO PRA MACHOS SAFADOS, QUE ME FODAM BEM GOSTOSO E ME DÊEM SEU LEITINHO, MAS TAMBÉM AMO FODER UMA BUCETINHA. MELHOR É FODER UMA BUCETINHA ENQUANTO ALGUÉM FODE MEU RABO... RSRSRS. SE ALGUÉM QUISER CONTATO É SÓ ME ADC NO MSN ESTOU ABERTO, ALIÁS, MEU PAU E MEU CU ESTÃO ABERTOS, A PROPOSTAS DE MACHOS, FÊMEAS E/OU CASAIS. QUANDO TINHA 15 ANOS EU ESTUDAVA EM UM COLÉGIO A MAIS OU MENOS 1 KM E 700M DE MINHA CASA. COMO EU IA A PÉ, PASSAVA POR UMA REGIÃO POUCO HABITADA, COM MUITO MATO EM VOLTA, PARA PODER CORTAR CAMINHO. MEU HORÁRIO DE AULA ERA DAS 13:00 ÀS 17:30 HORAS E, COMO FAZIA CALOR NA REGIÃO, SEMPRE IA VESTINDO A CAMISA DO UNIFORME, COR CINZA E UMA BERMUDINHA CUJO TECIDO NÃO SEI O NOME, MAS ERA UM TECIDO GROSSO, CONTUDO ELÁTICO E QUE COLAVA-SE UM POUCO AO CORPO, DEMONSTRANDO AS CURVAS. TODA VEZ QUE PASSAVA INDO PRA AULA ME DEPARAVA COM TRÊS ELEMENTOS, TODOS MAIS OU MENOS DA MINHA IDADE, ERAM MAGROS E NEGROS. ELES VENDIAM CHUPCHUP, POIS, UM DELES SEMPRE LEVAVA UMA CAIXA DE ISOPOR COM OS DIZERES “VENDE-SE CHUPCHUP”. QUASE NINGUÉM PASSAVA POR AQUELE CAMINHO, NO ENTANTO, ÀS VEZES UMA AMIGA MINHA IA A AULA A PÉ COMIGO, PORÉM, ISSO SÓ OCORRIA QUANDO SUA MÃE NÃO PODIA LEVÁ-LA. ESSA AMIGA SE CHAMA CARLA E É UMA LOIRINHA, OLHOS AZUIS COMO O CÉU, CABELOS LISOS, CURTOS, MAGRA, PORÉM, SUA BUNDA É ENORME, TINHA 13 ANOS. SEMPRE QUE ÍAMOS A AULA JUNTOS, QUANDO PASSÁVAMOS AO LADO DOS RAPAZES ELES MEXIAM COM ELA E PERGUNTAVAM SE ELA NÃO QUERIA TROCAR UM BEIJO POR UM CHUPCHUP. ELA FICAVA MUITO SEM GRAÇA E EU TAMBÉM, NÃO DÁVAMOS BOLA E ACELERÁVAMOS O PASSO. ELES FORAM FICANDO CADA VEZ MAIS OUSADOS, JÁ FALAVAM OBSENIDADES, PERGUNTAVAM SE ELA GOSTARIA DE CHUPAR O CHUPCHUP DELES, CHAMAVAM ELA DE GOSTOSA E TUDO MAIS. CERTO DIA, ESTÁVAMOS INDO A AULA E ELA ESTAVA DE SAIA. QUANDO PASSAMOS AO LADO DELES, UM DOS ATRAVIDOS LEVANTOU A SAIA DA CARLA E FICOU SEGURANDO-A LEVANTADA, MOSTRANDO O RABO DA CARLA AOS AMIGOS. A CARLA USAVA UMA CALCINHA COMPORTADA, COM DESENHOS DE CORAÇÃO, PORÉM, DEVIDO AO VOLUME DO SEU RABO, A CALCINHA MESMO ASSIM FICAVA ATOLADA NA PARTE DE TRÁS. A CARLA FICOU VERMELHA DE VERGONHA E DEU UM GRITO. EU NÃO ME CONTIVE E EMPURREI O MOLEQUE QUE VEIO PRA CIMA DE MIM. PORÉM, OUVI UMA VOZ GRITAR DE LONGE. ERA O PAI DE UM DELES QUE VIU O QUE OCORREU E DEU UM PAU NO MOLEQUE NA NOSSA FRENTE, PEDIU-NOS DESCULPA E FOI EMBORA, LEVANDO OS TRÊS E DIZENDO QUE CONTARIA AOS PAIS DOS OUTROS DOIS. DESSE DIA EM DIANTE A CARLA NÃO MAIS PASSAVA POR AQUELE LUGAR. EU TAMBÉM FIQUEI ALGUNS DIAS SEM PASSAR POR LÁ, MAS COMO DAVA UMA VOLTA MUITO GRANDE, VOLTEI A PASSAR. UNS DOIS MESES DEPOIS, ENCONTREI NOVAMENTE AQUELES RAPAZES. DESSA VEZ ELES FORMA MUITO CORDIAIS, ME PEDIRAM DESCULPA E GANHEI ATÉ UM CHUPCHUP. COM O TEMPO PASSAMOS A CONVERSAR E ACABAMOS FICANDO AMIGOS. EU PARAVA E CONVERSAVA COM ELES UM POUCO E DEPOIS SEGUIA MEU CAMINHO. ELES SEMPRE ME PERGUNTAVAM SOBRE A CARLA, SE ELA ESTAVA COM RAIVA AINDA, SE TINHA NAMORADO, ETC., DIZIAM QUE ELA ERA MUITO GOSTOSINHA E QUE ELES NÃO RESISTIRAM QUANDO VIRAM ELA DE SAIA COM A BUNDA DAQUELE TAMANHO. CERTA VEZ, ESTAVA VOLTANDO DA AULA, ERA POR VOLTA DE 17:40, QUANDO OLHEI PRO MATO E NOTEI ALGO ESTRANHO. ESTAVAM OS TRÊS MOLEQUES SENTADOS, ESCORADOS NO MURO EMBAIXO DE UM PÉ DE MANGA. ELES ME GRITARAM E EU FUI ATÉ LÁ. QUANDO CHEGUEI ELES ESTAVAM COM OS SHORTS ABAIXADOS, BATENDO PUNHETA. EU ESTANHEI AQUILO E PERGUNTEI DO QUE SE TRATAVA. ELES DISSERAM QUE VIRAM A CARLA E QUE TIVERAM QUE BATER UMA PUNHETA. OS PAUS DELES NÃO ERAM GRANDES NEM GROSSO, MAS ESTAVAM BEM RIJOS, ERAM ESCUROS E CABEÇUDOS. EU, QUE NÃO SOU BOBO E SEI DAS MINHAS QUALIDADES, RESOLVI PROVOCÁ-LOS. PERGUNTEI SE PODERIA BATER UMA PUNHETA TAMBÉM E ELES DISSERAM QUE SIM. EU DISSE QUE PRECISARIA FICAR DE PÉ, POIS, SE ME SENTASSE SUJARIA A BERMUDA, E FOI O QUE FIZ. COMO MINHA BERMUDA ERA FECHADA E COM ELÁSTICO NO CÓS, PARA COLOCAR MEU PAU PRA FORA E BATER PUNHETA EU PRECISARIA ABAIXÁ-LA. PORTANTO, EU FIQUE DE COSTAS PRA ELES, COMO SE FOSSE FICAR VIGIANDO A RUA, E FUI INCLINANDO MEU CORPO PRA FRENTE, PRA ABAIXAR A BERMUDA. ELES AGORA TINHAM A VISÃO DO MEU RABO BRANCO, SEM PÊLOS, LISO, EMPINADO E ABERTO PRA ELES, JÁ QUE COMO ESTAVA INCLINADO, MEU BUMBUM SE ABRIU, MOSTRANDO TAMBÉM MEU CUZINHO ROSADO, QUE ELES PODIAM VER MUITO BEM, POIS EU ESTAVA A UNS 50CM DELES. FIQUEI DE PÉ E INICIEI MINHA PUNHETA, DE COSTAS PRA ELES. PASSARAM-SE UNS 30 SEGUNDOS ATÉ QUE SENTI UMA MÃO NA MINHA BUNDA. COMO SE NÃO HOUVESSE PERCEBIDO, CONTINUEI MINHA PUNHETA. A MÃO QUE A PRINCÍPIO SEGUROU FIRME MEU TRASEIRO AGORA JÁ O ACARICIAVA. EU ENTÃO OLHEI PRA TRÁS, FIZ CARA DE PUTINHA SAFADA, DEI UM SORRISO E EMPINEI O RABO. AGORA JÁ SENTIA VÁRIAS MÃOS ALISANDO MINHA BUNDA, EU REBOLAVA E GEMIA FEITO UMA EGUINHA QUERENDO SER ENRABADA. NOVAMENTE ME ENCLINEI PRA FRENTE, MANTENDO MINHAS PERNAS ESTICADAS. QUANDO FIZ ISSO, SENTI UMA LÍNGUA PERCORRER A EXTENSÃO DO MEU RABO E BRINCAR NA ENTRADA DO MEU CUZINHO. ELES SE REVEZAVAM NAS CHUPADAS E EU LÁ, ENCLINADO, COM O RABO ABERTO PARA ELES SE DIVERTIREM COM MEU CUZINHO. EU GEMIA, REBOLAVA, EMPURRAVA O CU DE ENCONTRO AO ROSTO DELES.EU RETIREI MINHA ROUPA, FICANDO NU, COM MEU CORPO BRANQUINHO, MEU RABO BRANCO, SEM PÊLOS E O CUZINHO ROSADO, À DISPOSIÇÃO DAQUELES TRÊS MOLEQUES NEGROS SAFADOS, QUE ESTAVAM COM OS PAUS DE FORA. MEU CU JÁ ESTAVA TODO MELECADO, TANTO QUE A BABA ESCORRIA E PINGAVA NO CHÃO. SENTI UM DEDO ENTRAR NO MEU CU, ELE ENFIAVA E TIRAVA O DEDO FAZENDO MEU CU PISCAR E ME FAZENDO GEMER FEITO PUTA E PEDIR MAIS. UM DELES SE LEVANTOU E FICOU EM MINHA FRENTE, EU ERGUI-ME UM POUCO E COMECEI A CHUPAR AQUELE PAU COMPRIDO E FINO, QUE CHEIRAVA A SUOR. COLOCAVA NA BOCA, LAMBIA, PASSAVA A LÍNGUA PELA ENTRADA DA URETRA, DESCIA ATÉ OS OVOS, BABAVA TODO O CACETE, CHUPAVA ATÉ ENGASGAR E O MOLEQUE GEMIA DE OLHSO FECHADOS. SENTI ALGUÉM NFIAR O PAU PRA DENTRO DO MEU CU. DEI UM GRITINHO QUE FOI ABAFADO PELA ROLA QUE CHUPAVA. MEU CUZINHO ERA FODIDO VORAZMENTE, ERAM ESTOCADS FIRMES E FORTES, QUE JOGAVAM MEU CORPO PRA FRENTE. OUVIA O BARULHO DO PAU ENTRANDO E SAINDO E DA BARRIGA DO MEU MACHO FODEDOR BATENDO EM MINHA BUNDA. O QUE ME FODIA AGORA DEU LUGAR AO QUE EU CHUPAVA. ASSIM COMO O PRIMEIRO, ELE ENTERROU TUDO DE UMA VEZ, EU GRITEI E ELVEI UM TAPA NO RABO, SEGUIDO DA SEGUINTE FRASE: “TOMA NESSE CU GOSTOSO SEU VIADINHO” ELE SOCAVA, BATIA NA MINHA BUNDA E ME CHAMAVA DE PUTA SAFADA. AGORA EU CHUPAVA OS OUTROS DOIS. ELES BATIAM OS PAUS NA MINHA CARA E ME CHAMAVAM DE PUTA. O TERCEIRO MOLEQUE DEITOU-SE EM UM PAPELÃO QUE ESTAVA ESTENDIDO NO CHÃO E EU ENTENDI SEU RECADO, TIREI O PAU DO QUE ME FODIA DE DENTRO DO MEU CU, SEGUREI FIRME NO CACETE DO GAROTO QUE ESTAVA DEITADO E DESCI BEM DEVAGAR, SENTIDO CADA CM DAQUELA ROLA ENTRAR NO MEU CUZINHO ROSADINHO E APERTADO, ABRINDO O RESTANTE DE MINHAS PREGAS. EU SUBIA E DESCIA BEM DEVAGAR, SABOREANDO AQUELA ROLA. ENQUANTO ISSO, EU CHUPAVA OS OUTROS DOIS GAROTOS, QUE JÁ SE CONTORCIAM DE TESÃO. FIQUEI ALGUNS MINUTOS ASSIM, ATÉ QUE ME PUS DE QUATRO NO PAPELÃO. EMPINEI O CU E ENCOSTEI MEU ROSTO NO PAPELÃO, FICANDO ARREGANHADO PARA OS MEUS MACHOS. UM A UM ELES FORAM ME FODENDO, ELES ME CHINGAVA DE BICHA, DE PUTA, DE VADIA E ME FODIAM SEM PARAR. EU GEMIA FEITO UMA CADELINHA, PEDIA PICA, REBOLAVA, PISCAVA O CU COM A ROLA DELES DENTRO. FOI ENTÃO QUE OUVI O QUE ME FODIA DIZER: “VOU GOZAR”, COMO UMA BOA PUTINHA EU EMPINEI MAIS MEU CU E DISSE: “GOZE BEM GOSTOSO NO FUNDO DO CU DA SUA PUTINHA MEU GOSTOSO”. O SAFADO METEU FORTE, FUNDO E FICOU PARADO, GEMENDO E GRITANDO, EU SENTI SEU PAU PULSAR DENTRO DE MIM, DEPOIS SENTI A PORRA QUENTE ME PREENCHER. COM UM SORRISO NOS LÁBIOS, PASSEI UM DE MEUS BRAÇOS POR ENTRE MINHAS PERNAS E FIQUEI ACARICIANDO OS OVOS DAQUELE COMEDOR, ATÉ ELE RETIRAR O PAU DAS MINHAS ENTRANHAS. OUTRO PASSOU A OCUPAR SEU LUGAR, E ASSIM COMO ELE, METEU FORTE EM MIM, ME FAZENDO GEMER E GRITAR. SUA BARRIGA BATIA CONTRA MEU RABO FAZENDO SLAP SLAP SLAP SLAP SLAP. QUANDO ELE DISSE QUE IA GOZAR, EU ME LEVANTEI E CAÍ DE BOCA NO SEU PAU. SENTI O PRIMEIRO ESGUICHO NA GARGANTE, ME FAZENDO ENGASGAR, O SEGUNDO CAIU EM MEU ROSTO E DAÍ PRA FRENTE, SORVI TODA A PORRA, APERTANDO SEU PAU PRA SAIR ATÉ A ÚLTIMA GOTA. ME EVANTEI E ME ESCOREI NO MURO, EMPINEI O CU E O TERCEIRO VEIO E COMEÇOU A METER. ELE METIA E EU GRITAVA E GEMIA, ATÉ QUE ELE NÃO AGUENTOU MAIS E GOZOU. NUNCA VI TANTA PORRA, MEU CU ESTAVA INUNDADO, SENTIA A PORRA VAZAR DO MEU CU E ESORRER POR MINHAS PERNAS. ESTAVA TODO MELADO, PASSEI A MÃO SOBRE A PORRA QUE ESCORRIA E LEVEI À BOCA, OLHEI PRA ELES E COM UM SORRISO NOS LÁBIOS LAMBI. ENFIAVA O DEDO NO CU E TIRAVA PORRA DE LÁ DE DENTRO, DEPOIS CHUPAVA O DEDO. O QUE GOZOU PRIMEIRO PERGUNTOU SE EU AGUENTAVA MAIS. CLARO QUE RESPONDI QUE SIM. ELE ESTAV DE PUA DURO E METEU NO MEU CU, COMIGO DE PÉ ESCORADO NO MURO. DEPOIS DE UM TEMPO, UNS CINCO MINUTOS, ELE PAROU DE SE MEXER, MAS CONTINUOU COM O PAU DURO DENTRO DE MIM. VIREI MINHA CABEÇA PARA OLHAR PRA ELE E ESTAVA COM UM SORRISO NOS LÁBIOS QUANDO COMECEI A SENTIR ALGO QUENTE DENTRO DE MIM. MAS ERAM MUITOS JATOS QUENTES, EM MUITA QUANTIDADE MESMO. COMO MEU CU ESTAVA ESFOLADO, SENTI UMA ARDÊNCIA MUITO GRANDE. ESTRANHEI AQUILO E QUANDO FUI TENTAR TIRAR O PAU DELE DO MEU CU PORQUE ARDIA MUITO, ELE ME SEGUROU, NÃO ME DEIXANDO SAIR. PERCEBI QUE ALGO QUENTE ESCORRIA POR MINHAS PERNAS, CHEGAVA AO CHÃO E CONTINUAVA A ESCORRER. SENTI UM CHEIRO FORTE E SÓ AÍ PERCEBI QUE AQUELE SAFADO ESTAVA MIJANDO DENTRO DE MIM. TENTEI EMPURRÁ-LO, MAS MAIS UMA VEZ FUI IMPEDIDO. ASSIM QUE ELE TERMINOU ELE ME DEU UM BEIJO NA NUCA E DISSE QUE NUNCA COMEU NINGUÉM GOSTOSO ASSIM. NESSA HORA EU SORRI, FIQUEI DE CÓCORAS PARA EXPULSAR O RESTO DE PORRA E URINA DE DENTRO DE MIM. RETIREI UMAS FOLHAS DE CADERNO, ME LIMPEI, ME VESTI E FUI EMBORA. NUNCA MAIS VI AQUELES TRÊS, E MORRO DE SAUDADES DAQUELAS ROLAS. SOU BISSEXUAL, NÃO ASSUMIDO, SE ALGUÉM SE INTERESSAR, É SÓ ENTRAR EM CONTATO PELO


Este conto recebeu 0 estrelas.
Incentive pliniopinto a escrever mais dando dando estrelas.
Cadastre-se gratuitamente ou faça login para prestigiar e incentivar o autor dando estrelas.

Entre em contato direto com o autor. Escreva uma mensagem privada!
Falar diretamente com o autor

Comentários

Comente!

  • Desejo receber um e-mail quando um novo comentario for feito neste conto.
17/01/2013 23:04:40
Uma delicia,puro tesão seu conto.
05/12/2010 02:12:10
Meu nome é Victor, minha esposa me traiu com nosso vizinho, eu fiquei sabendo, ela disse que eu era corno, me contou sua safadeza e trouxe o rapaz em casa pra eu vê-la em ação com sua galinhagem. O nosso vizinho falou que minha esposa é um tezão e ele não resistiu por isso meteu a pica nela. Minha esposa disse que adora dar pra ele. Minha esposa fez carinhos nele na minha frente, beijou a boca do rapaz e se esfregou em seu corpo. A Laurinha chupou a rola do rapaz até ele gozar e depois brincaram bastante e acabaram fodendo na minha frente. O cara encheu minha esposa de porra e a Laurinha mandou eu lambe-la, ele me fez chupar seu pau junto com minha esposa e disse que qualquer dia comeria meu rabo, ele está acostumado a comer a bunda da minha mulher. Quem quiser saber o que aconteceu conosco e das aventuras despudorada da minha esposa mande e-mail, eu sou um corno manso de verdade. A Laurinha é morena, tem 31 anos, 60 kg, 1,65 altura, cabelos compridos lisos, bumbum avolumado pouco arrebitado, xaninha depilada. Somos de sp capital, quero responder seu e-mail, não teclo no msn, adoro falar da minha querida Laurinha e contar nossas experiências:
05/12/2010 01:46:47
Pô cara muito bom, fiquei de pau duro.
04/12/2010 06:48:21
TESAO,CARA! ME LEMBRA MINHA INFANCIA E ADOLESCENCIA! DAVA MUITO PRA MOLECADA TODA E LEVAVA MUITO LEITE.
03/12/2010 22:26:54
muito gostoso seu conto. Continua que é saboroso le-los
03/12/2010 00:00:54
PO CARA ADOREI ...QUERIA QUE TU CONTASE MAIS ...ME ADD NO MEU MSN
02/12/2010 18:35:27
Cara, esta história me deixou de pau duro, que experiência em! Levou até uma mijada, eu curto tbm outros machos e sou bi não assumido, sou casado e adoro uma rola, Adicionei vc no meu msn sempre depois das 17 hs eu entrou, entra tbm pra gente trocar experiências.


Contos eroticos van escolarverdureiro gay contochulezinho da amiga - contos podolatrasnamorada puta traindo o namorado enbaixo.do nariz dele corno manso xvideoapertei fazer filme pornô calça entrar no rio mulher pretinhaContos erotico gays moto boycontos eróticos dupla penetraçãoCalcinha fedida da,cunhada contosVideo de gatas baixinha troncuda cendo fudida a forca na xnxxcontos eroticos malv comendo as interesseiraGOZEI E COMI MINHA MAE E MINHA CUNHADA VEP NO XVIDEOSContos me pegara trasando com uma menina e me castraram caben10 estupando a gwanvideos de belinha e franco na zoofiliaprimo safado puto dotado gozando na boca contos 2017xvideos.com mulher diz nunca provei assimcontos eroticos cnnporno nao percebi mas ela pegou no meu paucontos eroticos feminizaçao do garotinho maehomem fodenfo uma bezeraXVídeo mulher pelada gostosa Barradão*pode estora bolinhas que parecem espinhas na bunda?*forçada a engolir a rola cornos contos gaystransasurpresa.comvideo leabicas uma chupandi a outra de baixo da meaaaconto erotico molequinha na escolacontos erticos gays stio seu jairComtos casadas fodidas na cadeiatransei com a mae do meu amigogay ficou so roçando no meu cu eu arrupiava tudoSogras atraidas pelos genrosconto gay estuproX video maê fas boguetix video de porno entiada vadia novinha espera sua mae sai e deixa seu padrasto comer ela de sainha so de fildendal por baixomadrasta chorando muoto na rolacontos eróticos de zoofilia da autora ketmarina da autora ketmarinacontos sexycontos de casais fudendo afilhadoxvideos conhadinha de camisolaconto chupou minha bucetinha e pigou vela CONTOS EROTICOS DE JARDINEIRO PIROCUDO COM MAE E FILHASchantagem com entiada xvidiosconto erotico gay negao dominador gosta de maltratar viado brancocontos meu amigo foi em casa e minha mulher o chavecougozando na boca crente novinha sem avisarbaixinha chupadora de espermacontos exitantes nora tarada passeando com sogro tesudocontos estranho comeu minha namorada na barraca de campig pornôcontos eróticos mamãe deixa o papai me comerjuhan3.webnode.coma xaninha da verinhaconto casada novinha e comida pelo traficante pausudo a forcax vidio de pornó de 2viado dando cu pro otrivideos porno pai e filha novinha viperinaXVídeos Marianinha homens tomando banhocuiada fudedo com xortiu de dormiPorno gratis xvideos rola grosso no cu celado no bairroFamílias nudistas sem tabus todos pelados nas praias e também em casa. Casa dos contos.cantos erótico caguei e peidei dando cu pro negãoporno medico da nestesia pra mulher e ela dorm e ele faz oqie qyiser com elanegam estorado as bucetas da novinhas vidios pornoSou coroa casada os mulekes rasgaram minha calcinhapeguei me filmando e pus pra mamar gayconto gordinho afeminadocrente safada contosrevezamento minhabunda casadawwwxxvideo filhinha ta louca botawww.xvideo vanda virtustarada nuonibuxvideo finginaxvideos levei pro matadouroxvideo esposa dexa escorer gala de canino da bucetaestuprando novinha na cama calca abaichada calcinha amarelaboyzinha comer na casa do vizinho rola rolaCavalo pauzudo coloca tudo na jumentinhacontos eiroticos leilapornporno fui ajudar minha conhada na cozinha qui ela em gancho a mãoamigo superdorado enraba esposa gravida contoviciada em analxvideos garotão bombado infiando dedo no cuzinhocontos eiroticos leilapornnao sou gay e consegui enfiar 25 ctm no cuxvideo sinhazinha vai na sezala da cu para o escravojhuly dormindo de calcinha xvideos